You are here

Climáximo bloqueou cimeira de carvão em Lisboa

Ativistas pela justiça climática interromperam este domingo o encontro que juntou algumas das principais empresas da indústria do carvão. A seguir, bloquearam o acesso à receção formal do evento.
Ativistas da Climáximo à porta do Palácio da Rocha do Conde de Óbidos, em Lisboa. Foto Climáximo.

O coletivo pela justiça climática Climáximo voltou a denunciar este domingo o que consideram ser uma “organização criminosa cujo objectivo final é garantir a manutenção de lucros à custa da destruição do equilíbrio climático”. O alvo foram os participantes da cimeira Coaltrans - World Coal Leaders Network, que estão reunidos até terça-feira no hotel Epic Sana, em Lisboa.

“Algumas das principais empresas presentes, como a Carbo One, a XCoal, a Balamara Resources, a Bettercoal, a CMC Coal, a SIBAnthracite e outras, foram expostas como responsáveis diretas pela mortes de milhares de pessoas todos os anos. Os participantes abandonaram a sala, tendo sido interrompida a sessão” no hotel.

Mais tarde, os ativistas bloquearam também a entrada do Palácio da Rocha do Conde de Óbidos, para onde estava marcada a receção oficial dos participantes desta cimeira. Com faixas a reclamar o fim do carvão e cartazes com as fotos dos principais executivos desta indústria, apontando-os como autores de crimes contra o clima, os manifestantes acabaram por ser retirados da entrada pela segurança privada do evento.

No comunicado onde descreve a ação de protesto, a Climáximo lembra o relatório do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas de outubro de 2018 veio reiterar o que já se sabia com o Acordo de Paris: “não deve haver quaisquer novos projectos de combustíveis fósseis para manter a temperatura abaixo dos 2ºC e para manter esse aumento abaixo dos 1,5ºC é necessário cortar 50% das emissões globais de gases com efeito de estufa até 2030”. Ora, “isso é estritamente incompatível com a manutenção da indústria do carvão, do petróleo e do gás”, concluem os ativistas da Climáximo.

Termos relacionados Ambiente
(...)