Está aqui

Francisco Louçã

Professor universitário. Ativista do Bloco de Esquerda.

Artigos do Autor(a)

15 de Janeiro, 2019 - 22:35h

Salvo por Draghi, o euro sobreviveu à primeira crise e a erros dos decisores europeus. Mas continua sem condições fundamentais para uma moeda comum. E essas condições foram, são e continuarão a ser impossíveis.

11 de Janeiro, 2019 - 11:43h

Ignorem o Machado na sua cela, há por aí gente mais perigosa e que parece mansa, mas que, como diria o Aleixo, não sendo o que parece, parece o que não é.

8 de Janeiro, 2019 - 23:04h

A presunção de domar a onça com cocktails civilizados é frágil. Corre o risco de colocar Portugal numa situação diplomática impossível à chegada de Bolsonaro.

1 de Janeiro, 2019 - 14:29h

Se houver uma perturbação financeira, a consistência da resposta dos bancos centrais e governos pode ser decisiva. Ora, se for precisa cooperação para responder a uma crise, na Casa Branca há Trump.

30 de Dezembro, 2018 - 23:45h

Meteu-se o “Observador” pelos misteriosos caminhos da religião, emboscando alguns eclesiásticos sobre as suas convicções. Desencadeou-se uma tempestade.

22 de Dezembro, 2018 - 23:55h

Quatro décadas depois, é uma outra extrema-direita que emerge. Vale a pena discutir essa especificidade, porque esse entendimento é a condição para responder ao risco.

18 de Dezembro, 2018 - 14:00h

Uma das bizarras promessas de Macron foi que os votos brancos passariam a ser considerados na contagem eleitoral.

17 de Dezembro, 2018 - 21:33h

Levado aos ombros pela ilusão europeia, Macron tornou-se o elo mais fraco. Em Paris está a exibir-se a morte da promessa da globalização feliz, perante um povo que descobriu que só lhe sobra a vida triste.

16 de Dezembro, 2018 - 11:55h

Se há uma herança de Maio, que é a dos movimentos sociais que então se expressaram, é a luta contra o sexismo, ou contra o racismo, ou pelos direitos civis, ou pelo ensino público, ou pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras na empresa, que definiram o mínimo de que parte a vida democrática. Por Francisco Louçã

15 de Dezembro, 2018 - 23:18h

Em Paris está a exibir-se a morte da promessa da globalização feliz, perante um povo que descobriu que só lhe sobrou a vida triste.

Páginas