Está aqui

Parlamento alemão legaliza canábis para uso medicinal

Os deputados alemães aprovaram por unanimidade a lei que permite o acesso à planta através de receita médica e com comparticipação do Estado.
Foto Dank Depot/Flickr

Embora a lei em vigor proíba a aquisição, cultivo e consumo da canábis, cerca de mil pessoas já obtiveram autorização especial de tribunais para o uso terapêutico da canábis. A lei aprovada por unanimidade no Bundestag esta quinta-feira deverá alargar bastante esse número.

A legalização para uso medicinal deverá entrar em vigor em março e destina-se a doentes cujos sintomas não possam ser aliviados por outros medicamentos. “Os doentes graves têm de ser tratados da melhor forma possível”, afirmou o ministro da Saúde alemão Hermann Groehe, justificando a medida que instaura também a comparticipação das receitas por parte do sistema público de saúde.

O próximo passo será criar os canais de fornecimento, uma vez que numa primeira fase a canábis será importada de outros países. Para isso será criada uma agência governamental para a canábis, que irá emitir licenças de cultivo e fiscalizar a produção e distribuição da planta na Alemanha.

Também em Itália, o governo anunciou este mês a primeira produção nacional de canábis para fins medicinais, cultivada no laboratório militar de Florença. Saiba mais na emissão desta sexta-feira do novo podcast do esquerda.net, Quatro e Vinte.

Termos relacionados Internacional
(...)