Está aqui

Marisa vai integrar comissão de inquérito ao transporte de animais vivos

Os trabalhos da comissão criada pelo Parlamento Europeu terão início em Setembro. Inquérito vai apurar responsabilidades da inação de Bruxelas face às centenas de denúncias recebidas na última década.
Transporte de Animais Vivos
Imagem de Israel Animal Save/www.shiptohell.org

O Parlamento Europeu anunciou esta sexta-feira os 30 membros que vão integrar a nova comissão de inquérito ao transporte de animais vivos (ANIT).

Para além de Marisa Matias (GUE-NGL), consta também da lista de membros efectivos a eurodeputada portuguesa Isabel Carvalhais (S&D). Por parte do GUE-NGL estará também presente a eurodeputada Anja Hazekamp, do Partido dos Animais (Holanda).

Dentro de cerca de uma semana serão anunciados os cargos que cada um destes membros ocupa. Os grupos políticos e os deputados não inscritos podem ainda nomear membros suplentes para esta comissão.

Esta comissão foi aprovada no dia 19 de Junho, com 605 votos a favor, 53 contra e 31 abstenções, e com um mandato de 12 meses. Ela irá analisar a não atuação da Comissão perante as provas de violações graves e sistemáticas da legislação europeia relativa ao transporte de animais vivos na UE e para países terceiros.

A Comissão tem sido regularmente informada das violações sistemáticas e severas que ocorrem durante o transporte de animais. Desde 2007, o executivo comunitário recebeu cerca de 200 comunicações relativas a violações destas regras europeias.

Marisa Matias já anunciou nas redes sociais a satisfação com esta nomeação: “Nenhum projecto de sociedade estará completo se não tivermos também em conta o bem estar animal. Acabar com a crueldade no transporte de animais é um dos passos essenciais.”

 

 

Termos relacionados Animais, Sociedade
(...)