Está aqui

“Jorge Leite foi essencial na reflexão para o combate à precariedade”

A Associação de Combate à Precariedade destaca que o contributo de Jorge Leite “foi determinante em todas as lutas, do combate aos falsos recibos verdes à denúncia do abuso do trabalho temporário, da luta pelo contrato à batalha pela erradicação da precariedade na lei”.
Jorge Leite, professor jubilado na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e especialista em Direito do Trabalho, morreu este sábado, dia 24 de agosto.

Reagindo à morte de Jorge Leite, professor jubilado na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e especialista em Direito do Trabalho, a Associação de Combate à Precariedade escreve que “faltam as palavras, perante uma das piores notícias que podíamos receber”.

“Mais do que um dos maiores especialistas em Direito do Trabalho, era um lutador pelo direito ao trabalho e pelos direitos de quem trabalha. O seu conhecimento, empenho e dedicação estiveram sempre ao serviço desse bem comum, de uma luta que sempre foi a sua”, lê-se no comunicado divulgado pela Associação.

Lembrando que “teve o privilégio de contar com a sua disponibilidade, com os seus conselhos e alertas, com o seu entusiasmo e inteligência, com o seu humor que desarmava e sempre nos encorajou”, a Associação de Combate à Precariedade assinala que Jorge Leite foi “essencial na reflexão para o combate à precariedade e o seu contributo foi determinante em todas as lutas, do combate aos falsos recibos verdes à denúncia do abuso do trabalho temporário, da luta pelo contrato à batalha pela erradicação da precariedade na lei”.

“O país, quem nele vive do seu trabalho, perdeu uma das mais capazes vozes e cabeças na batalha pelos direitos. Nós perdemos também um amigo”, remata.

 

Termos relacionados Sociedade
(...)