Está aqui

Iémen: Arábia Saudita lança ataque aéreo em Sanaa

A capital do Iémen foi alvo de bombardeamentos aéreos por parte da coligação internacional liderada pela Arábia Saudita nesta quarta-feira. No passado domingo, um rebentamento não identificado matou 14 crianças.
Foto da cidade de Sanaa. Kate Nevens/Flickr

O governo saudita alega ter disparado contra uma fábrica de drones e um armazém que continha material militar no bairro al-Jeraf, na zona norte de Sanaa. Segundo a Reuters, também foi atingida uma casa mas não há registo conhecido de baixas. E uma televisão local relata a deflagração de um incêndio numa fábrica de plásticos como resultado deste ataque.

No domingo passado, um rebentamento não explicado perto de Sanaa nas imediações de duas escolas matou 14 crianças, segundo Geert Cappelaere dirigente da UNICEF na região.

Desde 2015 que a Árabia Saudita intervém no estado vizinho liderando uma força militar árabe que conta com apoio norte-americano e que combate o movimento Houthi que, por sua

vez, é apoiado pelo Irão. O movimento Houthi controla a maior parte dos centros populacionais.

O processo de paz iniciado em dezembro passado está num impasse, tendo apenas sido alcançado um cessar-fogo no porto de Hodeidah, um ponto de passagem vital para o abastecimento alimentar do país. No resto do país, o conflito que já vitimou dezenas de milhares de pessoas nos últimos quatro anos continua a fazer vítimas.

A tragédia é intensificada pela fome que atinge cerca de 10 milhões de pessoas e por um surto de cólera.

Termos relacionados Internacional
(...)