Está aqui

EDP: Empresas estatais chinesas já ganharam mais de 740 milhões em dividendos

A elétrica liderada por António Mexia vai entregar este ano às estatais chinesas China Three Gorges e Guoxin perto de 165 milhões de euros. Desde 2012, o valor encaixado em dividendos pelas duas empresas já ascende a 742,5 milhões de euros, o equivalente a cerca de 407 mil euros por dia.

Segundo avança o Jornal de Negócios, desde que a China Three Gorges, que detém 21,35% do capital da elétrica, entrou formalmente na EDP, a 11 de maio de 2012, já arrecadou 722 milhões de euros em dividendos.

Já o outro grupo estatal chinês, o Guoxin International Investment, que, no final de 2015, passou a ter uma posição qualificada na EDP, com 3,02%, irá agora receber um dividendo de 20,4 milhões. Juntas, as estatais chinesas receberam, desde 2012, 742,5 milhões da empresa liderada por António Mexia.

As gestoras norte-americanas Capital Group, com uma posição de 16,97%, e BlackRock, com 5%, receberão este ano 115 milhões de euros e 33,8 milhões, respetivamente.

Dos 676,46 milhões de euros distribuídos aos acionistas em 2016, 313,5 milhões de euros serão entregues às entidades chinesas e americanas. Os investidores do Médio Oriente e Norte de África arrecadarão 58,9 milhões, os investidores espanhóis obterão 48,7 milhões e o fundo soberano da Noruega 13,56 milhões de euros.

O BCP, que, com 2,44% da EDP, é a única entidade portuguesa com mais de 2% do capital da elétrica, terá direito a um dividendo de 16,5 milhões de euros.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
(...)