Está aqui

Bloco defende limitação da plantação de eucalipto

Principais conclusões do Encontro Nacional sobre Políticas para a Floresta promovido pelo Bloco no passado domingo.
Floresta
Floresta, foto de bjornsphoto/Flickr.

No passado domingo, dia 20, em Coimbra, o Bloco de Esquerda promoveu o Encontro Nacional sobre Políticas para a Floresta, onde teve lugar um participado debate sobre a floresta, seus problemas e possíveis soluções.

A iniciativa ocorreu num ambiente muito construtivo e com a participação de vários intervenientes de diversas origens, competências, percursos, experiências e conhecimentos. Estiveram presentes engenheiros florestais, agrícolas, investigadores em ordenamento do território, sociólogos, activistas dos baldios, proprietários florestais, dirigentes associativos e cidadãos/ãs interessados nas questões da floresta.

A floresta ocupa grande parte da superfície do território continental, cerca de 35%. Conjugada com a área de matos e pastagens, que cobre aproximadamente 32%, e com as terras ocupadas com atividades agrícolas, sensivelmente 24%, percebe-se facilmente a importância destes territórios no contexto nacional, cerca de 91% da superfície continental, caracteristicamente rurais e de baixa densidade demográfica.

A importância da floresta não decorre apenas da sua muito significativa dimensão em área, mas também da sua relevância ambiental, económica e social.

A principal caraterística fundiária da floresta é a da propriedade privada em sistema de minifúndio, principalmente no norte, centro e Algarve, com cada pequeno ou médio proprietário a possuir várias pequenas parcelas dispersas.

O quadro rural é ainda marcado por uma área de baldios acima dos 400 mil hectares. Esta propriedade comunitária, pelas suas características, poderá vir a ser determinante num processo de reordenamento e gestão florestal intimamente ligado à vida das comunidades.

A partir das opiniões manifestadas, juntamente com os contributos recebidos de vários especialistas durante o período que antecedeu a iniciativa, resultou a consensualização de um documento apresentado pelo Grupo de Trabalho da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural do Bloco de Esquerda, disponível na íntegra em anexo.

AnexoTamanho
PDF icon politicas_florestais_be.pdf203.51 KB
Termos relacionados Ambiente
Comentários (1)