Está aqui

Blackface: o mais recente caso americano em torno das questões raciais

O governador democrata da Virginia foi envolvido num escândalo ao aparecer enquanto jovem numa foto mascarado como negro. Mas os dois democratas que lhe poderiam suceder logo foram também implicados em casos análogos.
Ralph Northam, governador da Virginia. Foto de Craig/Flickr.
Ralph Northam, governador da Virginia. Foto de Craig/Flickr.

Ralph Northam, governador do estado norte-americano da Virginia, viu revelada há uma semana uma foto de 1984, quando era estudante, em que surgia numa festa mascarado como negro ao lado de dois colegas com os trajes do Ku Klux Klan. O caso alastrou rapidamente apesar do seu pedido desculpas imediato.

Só que os dois politicos democratas na linha de transmissão de poder a seguir a Northam foram também eles implicados na última semana em controvérsias. Justin Fairfax, o vice-governador, que é negro, foi acusado de agressão sexual durante um convenção do partido democrata em 2004. A mulher que o acusou já tinha contado a sua história ao Washington Post em finais de 2017, mas o jornal não conseguiu confirmar a história com outras testemunhas e não a publicou. Com a possibilidade de Fairfax ascender a governador caso Northam caísse, ela revelou-a publicamente. Por sua vez, o procurador-geral da Virginia, terceiro na linha de sucessão, que na semana passada apelara à demissão do governador, admitiu mais tarde que também nos seus dias de estudante tinha numa festa usado maquilhagem negra para se mascarar como o rapper Kurtis Blow.

O caso blackface volta a revelar como as questões raciais, sexuais e de conduta pessoal se tornaram numa força crucial na política americana. A direita republicana exultou com o caso, que aliás instigou, pois as revelações partiram inicialmente de um site com ligações ao Breitbart News.

Mas o peso que adquiriram as revelações, respeitando elas a festas de estudantes há mais de 30 anos, só se pode entender com a história da questão racial nos EUA. Richmond, a capital da Virginia, foi também a capital dos estados confederados do sul esclavagista durante a guerra civil no século XIX. Nessa altura e até ao século XX eram populares os chamados minstrel shows, espetáculos de variedades em que atores brancos se mascaravam de negros, que, com o passar do tempo, vieram a ser considerados profundamente racistas. Mas esses espetáculos deixaram um legado de arquétipos que permeiam a cultura americana: figuras como Shirley Temple ou Fred Astaire aparecem em filmes em blackface. Mais recentemente, apresentadores conhecidos como Jimmy Kimmel ou Jimmy Fallon também fizeram sketches onde recorrem a essa figura

Termos relacionados Internacional
(...)