Amazónia

A Amazónia continua a sofrer a desflorestação e as queimadas, em proporções inéditas. Neste dossier, o cientista do clima Alexandre Araújo Costa, num artigo especial para o Esquerda.net, lança o apelo: o ecocídio tem de ser travado. Dossier coordenado por Luis Leiria.

10 de setembro 2019 - 21:30
PARTILHAR
Bombeiros combatem as chamas no estado do Acre, Amazónia brasileira. Foto Lusa/EPA.

"Salvar a Amazónia das Garras de Bolsonaro e do Capital", escreve Alexandre. A investigadora Erika Berenguer opina que é possível travar a desflorestação da Amazónia. mas isso depende tanto da pressão da sociedade quanto da vontade política. O líder indigenista Raoni Metuktire adverte: “Nós, povos da Amazónia, estamos cheios de medo. Em breve vocês também terão”. Num tom mais pessoal, Cintya Floriani e Alessandra Fonseca dizem que “muitos bolsonaristas que acreditam que a Terra é plana, fazem a fumaça da ignorância alastrar-se rapidamente”. Outro artigo relembra como Bolsonaro sempre combateu o Ambiente. Uma proposta de ação: boicote às exportações brasileiras predatórias. E dados sobre os incêndios que prosseguem. Finalmente uma entrevista com Michael Löwy.

Termos relacionados: Amazónia