Panificadora de Fiães fecha sem avisar

09 de agosto 2019 - 12:13

Os trabalhadores da Panificação Valinhos de Fiães estiveram em vigília à porta. Foram surpreendidos com o seu encerramento inesperado mas prometem continuar a cumprir o seu horário de trabalho até que a situação seja resolvida.

PARTILHAR
Foto de Periodico 26. Flickr.

A Panificação Valinhos, Lda é uma empresa de Fiães, no concelho de Santa Maria da Feira. Emprega seis trabalhadores. Sem qualquer justificação, a empresa encerrou deixando os trabalhadores sem respostas. Não havia salários em atraso ou qualquer outro sinal de que isto poderia suceder.

Na madrugada da passada quarta-feira, os trabalhadores fizeram uma vigília à porta da empresa em defesa dos seus postos de trabalho. Continuam a cumprir o horário de trabalho normal, apesar das portas fechadas, aconselhados pelo sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Centro.

Mário Valinho, um dos trabalhadores afetados, confirmou em declarações à agência Lusa o que sucedeu: “chegámos às 22:30 à empresa para trabalhar e demos com as portas fechadas, sem receber nenhuma informação até agora”.

Os trabalhadores procuraram esclarecimentos junto dos sócios maioritários da empresa mas “quando fomos a casa de uns, escorraçaram-nos de lá”. E o advogado destes adiou esclarecer para já a situação. Diz que só para a semana haverá novas informações.

Mário Valinho reforça a ideia da absoluta surpresa da situação: “tão forte que esta empresa era e agora dizem-nos que na sociedade já não há dinheiro” que, segundo ele, atingiu os próprios clientes que “de um dia para o outro ficaram sem pão para vender e, mesmo para pagar as últimas faturas, não sabem a quem se devem dirigir”.