Está aqui

Israel anuncia novos colonatos e bombardeia a faixa de Gaza

Depois de aprovar mais de seis mil novas casas em território palestiniano, Netanyahu anuncia 50 novos colonatos numa lei considerada inconstitucional.
Colonatos judeus, por Alaa Badarneh, EPA/Lusa

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, tinha já anunciado a construção de 6.100 novas casa em território Palestiniano, das quais 600 em Jerusalém. 

Agora, o parlamento israelita aprovou uma proposta de Netanyahu em coligação com os partidos ultra-ortodoxos para a construção de 50 colonatos judaicos na Cisjordânia, por 60 votos contra 52. 

Segundo a analista Yael Ronen, "a Constituição israelita prevê que a lei do país se sobrepõe à lei internacional, o que quer dizer que vai ser difícil, nesta base, contestar a decisão no Supremo."

A lei é de tal forma pouco consensual que o próprio ministro da Justiça de Netanyahu a considera inconstitucional. 

Simultaneamente, o exército israelita bombardeou alvos do Hamas na faixa de Gaza, ferindo pelo menos três pessoas. Segundo fontes oficiais de Israel, esta foi a resposta a rockets lançados de território palestiniano, que não causaram feridos. 

Abdulatif al-Wanou, porta-voz do Hamas, declarou por e-mail que o Hamas considera Israel responsável pela contínua escalada militar. 

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)