Incêndios florestais continuam no Canadá, fumo chega a cidades dos EUA

09 de junho 2023 - 11:14

A época de incêndios no Canadá começou mais forte do que nunca e há mais de 400 fogos ativos. Ardeu 15 vezes mais do que a média da última década e o fumo chega a várias cidades dos EUA. Por isso, Nova Iorque está com níveis de qualidade do ar piores do que Deli.

PARTILHAR
Nova Iorque coberta de fumo. Foto de JUSTIN LANE/EPA/Lusa.
Nova Iorque coberta de fumo. Foto de JUSTIN LANE/EPA/Lusa.

Os mais de 400 fogos florestais ativos que assolam o Canadá continuam a não dar descanso e as condições meteorológicas que os intensificam devem permanecer nos próximos meses. Já arderam 3,8 milhões de hectares, 15 vezes mais a média da última década, revela Bill Blair, ministro para as situações de emergência do governo daquele país citado pela Reuters. Há portanto milhares de pessoas deslocadas.

Trata-se do pior início da “época de incêndios” de que há memória com vários pontos do país a serem atingidos. Mas particularmente o Quebec, onde o número de pessoas retiradas das suas casas é de mais de 11.000. A Nova Escócia enfrenta o maior incêndio da época recente, em Alberta os incêndios começaram mais cedo do que o esperado e já queimaram a maior área de sempre, estão agora a abrandar mas mais de 3.000 pessoas continuam deslocadas. E na Colúmbia Britânica o incêndio que lavra é considerado o segundo maior de que há registo.

O exército foi chamado para combater os incêndios, assim como bombeiros chegados dos Estados Unidos e de outras partes do mundo.

Nuvem de fumo cobre cidades no Canadá e EUA

A dimensão dos fogos é tal que as nuvens de fumo que cobriram cidades canadianas como Ottawa e Toronto chegaram a cidades norte-americanas como Cleveland, Pittsburgh e Nova Iorque. Devido a isto, na costa leste dos EUA foram tomadas medidas como o cancelamento de atividades exteriores em muitas escolas e a redução do tráfego aéreo. O Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA emitiu alertas de qualidade do ar para a zona costeira do Atlântico e as autoridades de saúde de vários estados, do Vermont, Nova Jersey, Connecticut, Massachusetts, Maryland, Pensilvania e

Carolina do Sul e ainda passando o Ohio e o Kansas, também avisaram que as partículas finas vão estar em níveis muito elevados, alertando os cidadãos para problemas respiratórios. Em menor quantidade, o fumo chegou até aos estados mais a sul do país como a Florida e o Texas.

A cidade de Nova Iorque atingiu mesmo um resultado no índex de qualidade do ar de 342, chegando assim a volta do dobro de cidade tradicionalmente muito poluídas como Deli (164) e o Dubai (168) segundo o IQAir.