Está aqui

Este domingo há Marcha pela Água em Odemira

Associações convocam iniciativa em defesa da água como bem comum e contra a expansão da agro-indústria que consome os recursos hídricos e explora dezenas de milhares de migrantes.
Foto de Marcha pela Água/Facebook

No próximo domingo, 17 de outubro, um conjunto de associações e coletivos promove uma Marcha pela Água. O ponto de encontro é às 11h no Parque das Águas (Boavista dos Pinheiros) e arranca meia hora depois para uma caminhada de 5 quilómetros ao longo do rio Mira. Segue-se um almoço-convívio e uma concentração às 14h30 no Jardim do Largo Sousa Prado, em Odemira, com intervenções, música e atividades.

“Juntamo-nos contra a expansão da agro-indústria que consome os escassos recursos hídricos da Barragem de Santa Clara, destruindo e contaminando o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, explorando desumanamente dezenas de milhares de trabalhadores migrantes”, refere a apresentação da iniciativa.

Os manifestantes vão exigir ao Governo que trave imediatamente a expansão da agricultura intensiva nas zonas costeiras da região, restabeleça o fluxo ecológico natural do rio Mira, garanta uma distribuição equitativa da água da Barragem de Santa Clara e assegure condições dignas de habitação e direitos laborais dos trabalhadores.

Alé disso, pretendem também discutir as causas da atual crise hidrológica e propor alternativas para um futuro sustentável para o Sudoeste Alentejano. “Através da regeneração de paisagens degradadas, podemos restabelecer os ciclos hidrológicos, garantindo assim a sustentabilidade regional no que toca ao abastecimento de água e à produção alimentar, para nós e para as gerações futuras”, referem na convocatória desta marcha.

A iniciativa é promovida pelas associações e coletivos S. Luís em Transição, CLARA Lab, SOS Rio Mira, Juntos pelo Sudoeste, Tamera, Fontes Vivas, Climáximo, Eco, Comunidades da Planície,  Paradise in Portugal, Regenerarte, Jardim do Mira, Afincerna, Vale Bacias e GAIA Alentejo.

Termos relacionados Ambiente
(...)