You are here

Eleições na Galiza e no País Basco no próximo domingo

No País Basco, as sondagens apontam para uma vitória do Partido Nacionalista Basco sem maioria absoluta. Na Galiza, as sondagens preveem uma vitória do PP, por maioria absoluta, destacando-se uma possível grande subida do Bloco Nacionalista Galego.
Iñigo Urkullu pode alcançar uma grande vitória nas eleições no País Basco
Iñigo Urkullu pode alcançar uma grande vitória nas eleições no País Basco

No próximo domingo, 12 de julho de 2020, vão realizar-se eleições na Galiza e no País Basco.

Nos dois casos as sondagens indicam a possibilidade de os partidos mais votados continuarem a ser os mesmos (PNV em Euskadi e PP na Galiza) e de os atuais governos autonómicos se manterem.

Galiza: uma grande subida do Bloco Nacionalista Galego é possível

Sondagem na Galiza, divulgada por eldiario.es
Sondagem na Galiza, divulgada por eldiario.es

Na Galiza, as sondagens apontam que o PP pode manter a maioria absoluta, elegendo 41 ou 42 deputados (em 2016, teve 48% e elegeu 41). Em segundo lugar, o PSOE pode subir e eleger 16 ou 17 deputados (em 2016, alcançou 14 mandatos). (ver à direita o gráfico, retirado de eldiario.es)

Em terceiro lugar, verifica-se a mudança mais significativa que as sondagens apontam: a subida do Bloco Nacionalista Galego (BNG) de 8,4% para 16,3% e de 6 para 13 mandatos. Em quarto e último lugar, está Galicia en Común com a previsão de 7,4% e 4 mandatos. Este resultado representa uma significativa queda face à candidatura En Marea de 2016, quando obteve 19,3% e elegeu 14 deputadas e deputados.

Nestas eleições, o BNG liderado por Ana Pontón tem defendido uma aliança com o PS-G / PSOE e com a Galicia en Común, com o apoio de Unidas Podemos, para derrotar o PP e conseguir uma viragem política na Galiza.

Porém, pelas sondagens, a previsão é que Alberto Feijóo, presidente do governo da Junta da Galiza há 11 anos, torne a vencer e o poder na Galiza continue nas mãos do PP.

Euskadi: governo pode manter-se

Sondagem em Euskadi, divulgada por eldiario.es
Sondagem em Euskadi, divulgada por eldiario.es

Quanto às eleições em Euskadi/País Basco, as sondagens apontam para uma vitória do Partido Nacionalista Basco (PNV), que poderá mesmo subir em relação às eleições de 2016, passando de 37,4% e 28 mandatos, para 39,6% e 31 deputados.

O jornal El Pais coloca a hipótese de o PNV, liderado por Iñigo Urkullu, poder obter o melhor resultado de sempre, alcançando 32 mandatos, como aconteceu em 1984.

Em segundo lugar, os inquéritos apontam para a possibilidade da coligação de esquerda nacionalista EH Bildu voltar a alcançar o segundo lugar, mantendo os 18 mandatos que conseguiu em 2016, podendo subir ligeiramente de 21,1% para 22,5%.

Em terceiro lugar, está o PSE-EE com uma possível subida de 9 para 10 mandatos. Em quarto lugar, a Unidas Podemos poderá eleger 9 deputadas e deputados, perdendo 2 mandatos em relação a 2016.

Em último lugar, a previsão é que a candidatura da direita (PP mais Ciudadanos) obtenha 7 mandatos, perdendo dois deputados em relação à candidatura do PP em 2016.

Se os resultados não diferirem significativamente das sondagens, é possível que o governo basco se mantenha com a aliança entre o PNV de Iñigo Urkullu e o PSE-EE liderado por Idoia Mendia.

Termos relacionados Internacional
(...)