Está aqui

Mafalda Escada

Ativista anti-propinas, bolseira de investigação e dirigente do Bloco de Esquerda.

Artigos do Autor(a)

19 de Outubro, 2021 - 09:01h

Portugal albergará, junto com a Letónia, a Capital Europeia da Cultura 2027. A capital portuguesa será escolhida no primeiro trimestre de 2022. Ironicamente, ano para o qual o OE apresentado pelo PS reserva apenas 0,4% para a cultura.

16 de Setembro, 2021 - 22:31h

Só haverá igualdade de género na política local quando vivermos em concelhos que permitam às mulheres a igual oportunidade de participação política, com creches públicas, com um sistema de transportes seguro, com mecanismos de fiscalização capazes de quebrar com o clientelismo municipal.

3 de Maio, 2021 - 21:42h

A situação dos trabalhadores rurais em Odemira não era um desastre à espera de acontecer. Já aconteceu, está a acontecer há muito tempo. O Governo conhece tão bem a situação que em 2019 autorizou a colocação de contentores para alojar trabalhadores no Perímetro de Rega do Mira.

14 de Janeiro, 2020 - 12:06h

Precisamos de uma política corajosa capaz de provocar mudanças significativas numa altura em que a propina nos leva o dinheiro da renda, a renda leva o da propina — e no fim não sobra nada.

29 de Novembro, 2019 - 04:24h

A solução para o alojamento estudantil tem que combinar duas frentes: a ação social indireta (residências) e a intervenção no mercado de arrendamento.

11 de Maio, 2019 - 10:35h

No Alentejo Litoral, o negócio das estufas vai destruindo o Parque Natural. Ao mesmo tempo, a destruição da natureza é feita com recurso a mão-de-obra, na prática, escravizada.

19 de Fevereiro, 2019 - 19:00h

Imaginemos um dia em que as mulheres não vão ao supermercado, não vão trabalhar, não vão à escola, não vão à faculdade, não fazem tarefas domésticas, um dia de greve feminista.

10 de Março, 2018 - 13:56h

O Governo ainda não se decidiu sobre o que é, para si, o Ensino Superior? Mas entendamo-nos, o Governo já decidiu pelo menos uma coisa: nas propinas não se mexe.

14 de Novembro, 2017 - 22:20h

O que se passou no Panteão Nacional é a prova cabal da mercantilização do património, mas esta não se encontra desligada de outros acontecimentos que passam despercebidos, ou aos quais não se levanta oposição mediática.

11 de Outubro, 2016 - 23:27h

Tentar atravessar a Rotunda do Relógio bloqueada por táxis é como apanhar o metro à hora de ponta, mas só a última se repete diariamente.

Páginas