Está aqui

Trump não pagou impostos em dez dos últimos quinze anos

A denúncia foi feita pelo New York Times, que revela também que em 2016 o atual presidente dos EUA pagou de IRS apenas 750 dólares. O ex-diretor de campanha de Trump, Brad Parscale, foi hospitalizado este domingo, depois de uma alegada tentativa de suicídio.
Donald Trump num comício em Laconia, NH, julho de 2015 – Foto de Michael Vadon/wikipedia
Donald Trump num comício em Laconia, NH, julho de 2015 – Foto de Michael Vadon/wikipedia

Donald Trump recusou sempre publicar as suas declarações fiscais, ao contrário de todos os anteriores presidentes dos Estados Unidos. Sobre o caso, há uma batalha entre o Congresso e a Casa Branca e o atual presidente tem processado quem procura ter acesso às suas declarações de impostos.

Na notícia, o New York Times (NYT) revela que Donald Trump não pagou impostos em dez dos últimos quinze anos, e as declarações de impostos revelam que é um empresário em crise, que tem procurado esconder esse facto.

O jornal refere que “obteve informações fiscais relativas a mais de 20 anos de Trump e das centenas de empresas que compõem o seu grupo, incluindo informações detalhadas sobre os seus dois primeiros anos de mandato. Isto não inclui as suas declarações de rendimentos de 2018 ou 2019″.

O diretor do NYT, Dean Baquet, aponta que “os registos mostram uma diferença significativa entre aquilo que Trump disse ao público e o que disse às autoridades federais ao longo dos anos”.

O jornal revela também que Trump deve cerca de 300 milhões de dólares de empréstimos que tem de pagar nos próximos quatro anos e que, além disso, pode perder “mais de 100 milhões” se perder uma auditoria do fisco que está a decorrer e que procura avaliar se um reembolso que recebeu foi requerido de forma fraudulenta.

Donald Trump respondeu de imediato às denúncias do NYT, qualificando-as como “fake news” e veio afirmar que estava disposto a divulgar as suas declarações de impostos, mas que não o faz porque a auditoria do fisco não lhe permite.

Brad Parscale tenta suicidar-se

Entretanto, foi divulgado que o antigo diretor digital de campanha de Donald Trump, Brad Parscale, foi hospitalizado, também neste domingo, porque alegadamente se tentou suicidar em casa com arma de fogo, refere o “Observador”, citando a CNN.

Segundo a polícia de Fort Larderdale, Florida, a polícia respondeu a uma suposta tentativa de suicídio com arma. “Quando os agentes chegaram ao local, falaram com a esposa do suspeito, que os avisou de que o marido estava armado, que tinha acesso a várias armas de fogo dentro de casa, e que estava a ameaçar matar-se”, disse a sargento DeAnna Greenlaw, à imprensa.

DeAnna Greenlaw disse que “negociaram com ele” para largar a arma e sair de casa, o que veio a acontecer. “Ele saiu e arranjamos-lhe ajuda”, acrescentou a chefe da polícia, Karen Dietrich, à CNN.

Brad Parscale deixou de ser o diretor da campanha digital de Trump após o gigantesco fracasso do comício de Tulsa, Oklahoma.

Termos relacionados Internacional
(...)