Está aqui

Sarkozy julgado por corrupção

O julgamento de um dos casos que envolve o ex-presidente francês começa esta segunda-feira. É acusado de ter tentado obter informações confidenciais de um juiz oferecendo uma colocação em troca.
Sarkozy à entrada do julgamento em que está acusado de corrupção. Foto de JULIEN DE ROSA/EPA/Lusa.
Sarkozy à entrada do julgamento em que está acusado de corrupção. Foto de JULIEN DE ROSA/EPA/Lusa.

Começa esta segunda-feira o julgamento de um dos casos em que o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy está envolvido. Neste processo está acusado de “violação do segredo profissional”, corrupção e de tráfico de influência. A pena máxima a que pode ser condenado é de dez anos de prisão.

Segundo o Ministério Público, Sarkozy ofereceu ao juiz Gilbert Azibert um cargo no Mónaco em troca de informações confidenciais sobre uma outra investigação em que estava em causa o financiamento ilegal da sua campanha presidencial de 2007 por parte da herdeira da L’Oreal, Liliane Bettencourt.

A história do processo agora em julgamento liga-se ainda com outro dos casos judiciais que atingiram o político de direita, o das acusações de ter recebido financiamento de Muammar Kadhafi nessa mesma campanha. Foi quando os procuradores estavam a escutar as suas conversas com o advogado Thierry Herzog para reunir provas sobre esse caso que este novo processo surgiu. Os acusados comunicavam através de telemóveis registados em nomes falsos, o de Sarkozy tinha o nome de Paul Bismuth. E em várias ocasiões terão discutido a oferta de emprego para Azibert em troca de informações.

Para além destes casos, um outro chegará a julgamento em março próximo. Também aqui está em causa a violação das regras de financiamento da campanha, mas desta vez nas eleições de 2012, que perdeu. Neste caso, conhecido como Bygmalion, está em causa a utilização da uma empresa de relações públicas com o objetivo de esconder o custo real da campanha.

Termos relacionados Internacional
(...)