Está aqui

Parlamento saúda dia nacional e internacional contra homo e transfobia

O parlamento aprovou esta sexta-feira votos de saudação pelo dia internacional contra a homo e a transfobia, em prol do combate à discriminação ou violência contra as pessoas pela orientação ou identidade sexual.
“A remoção da discriminação legal das pessoas LGBTI+ está em marcha, mas ainda incompleta. Importa agora garantir às pessoas trans o direito à autodeterminação de género, direito automaticamente e naturalmente reconhecido a qualquer outra pessoa”, pode ler-se no texto do Bloco.
“A remoção da discriminação legal das pessoas LGBTI+ está em marcha, mas ainda incompleta. Importa agora garantir às pessoas trans o direito à autodeterminação de género, direito automaticamente e naturalmente reconhecido a qualquer outra pessoa”, pode ler-se no texto do Bloco.

Tanto o Bloco como o PS apresentaram votos. O voto do PS foi aprovado por unanimidade e o do Bloco contou com os votos favoráveis de PS, PCP, PEV e PAN, abstenções de PSD e CDS-PP e votos contra do social-democrata Miguel Morgado e de sete democratas-cristãos: Isabel Galriça Neto, António Carlos Monteiro, Filipe Anacoreta Correia, Ilda Araújo Novo, Vânia Dias da Silva, Patrícia Fonseca e Álvaro Castelo Branco.

“A remoção da discriminação legal das pessoas LGBTI+ está em marcha, mas ainda incompleta. Importa agora garantir às pessoas trans o direito à autodeterminação de género, direito automaticamente e naturalmente reconhecido a qualquer outra pessoa”, pode ler-se no texto do Bloco.

Termos relacionados Política
(...)