mobilidade

No Dia Mundial da Bicicleta, o professor de transportes lembra que o fomento da utilização da bicicleta é um instrumento fundamental para conseguir cidades pacificadas e mais humanas. Mas o uso da bicicleta enfrenta ainda desafios da segurança do estacionamento e da educação para a segurança rodoviária.

Francesc Robusté

O plano apresentado por Carlos Moedas esta quinta-feira anuncia um aumento de 50% da rede ciclável. Mas o aumento inclui as ligações já previstas, algumas que já estão feitas e as de Monsanto que não se destinam à mobilidade urbana, aponta o Bloco.

Em causa fica o “direito à mobilidade das pessoas com mobilidade reduzida, às pessoas com crianças ou às pessoas idosas” para além da decisão violar várias regras diz o partido.

Iniciativa “O Douro é mais do que um rio” juntou cinco candidaturas do Bloco de Esquerda dos distritos de Bragança, Guarda, Porto, Vila Real e Viseu, numa viagem de comboio de Campanhã ao Tua para debater coesão territorial, mobilidade e questões ambientais e climáticas.

Numa sessão na Assembleia Municipal do Porto, o partido defendeu caminhos para implementar um “modelo urbano que promove um futuro centrado no ser humano e ambientalmente sustentável”. A sua moção que visa descongestionar a VCI foi aprovada.

A Câmara de Lisboa está a desmantelar grande parte da ciclovia na Avenida de Berna. Protesto percorreu a ciclovia ameaçada na terça-feira. Vereadora bloquista diz que decisão ignora uma petição com mais de mil assinaturas e exige explicações a Moedas.

Ao contrário dos menores de 23 e maiores de 65 anos, os restantes residentes em Lisboa terão de se deslocar a uma loja da EMEL com um comprovativo de residência para terem acesso gratuito às bicicletas.

Mais de um ano após a proposta da vereadora do Bloco e a oposição de Moedas, entrou esta sexta-feira em vigor a gratuitidade das bicicletas Gira, por enquanto limitada aos residentes em Lisboa com passe gratuito.