You are here

Manifestação contra arroz transgénico

No último sábado, diversos manifestantes estiveram reunidos na Praça do Rossio contra a importação e comercialização de arroz transgénico na União Europeia.

Segundo a Plataforma Transgénicos Fora, o Ministério da Agricultura deve ser chamado ainda em 2010 para votar em Bruxelas a proposta de aprovação para importação e comercialização da primeira variedade de arroz transgénico na União Europeia, o que seria também o primeiro transgénico dirigido essencialmente ao consumo humano.

Integrada no dia internacional de acção contra os transgénicos, a manifestação teve como principal foco o actual problema da tentativa de introdução de Arroz Transgénico em Portugal. Em comunicado de Imprensa a Plataforma Transgénicos Fora lembra que o nível de consumo per capita de arroz em Portugal é o mais alto da Europa e que é urgente lançar o debate público sobre agricultura transgénica.

Argumentam ainda que a introdução do arroz transgénico não é uma reivindicação dos portugueses e que a variedade em questão, LL62, nunca foi objecto de uma avaliação científica independente e que, devido à sua tolerância ao herbicida glufosinato, cada bago de arroz transgénico vai ter mais resíduos desse poluente do que qualquer outro tipo de arroz.

Advertem ainda para o facto desta eventual permissão ter como efeito um efectivo impulsionar da produção deste arroz, ainda não produzido, em países mais vulneráveis ao lobby industrial e com menos preocupações de protecção ambiental. “O arroz sem transgénicos irá tornar-se uma coisa do passado”.

Para a Plataforma Transgénicos Fora e as entidades que a compõem acreditam que só é possível salvaguardar um futuro com arroz tradicional se for chumbado o pedido da Bayer de introduzir arroz transgénico na União Europeia. 

Termos relacionados Ambiente
(...)