Está aqui

Eduardo Couto

Ativista estudantil e LGBTI+. Membro do Bloco de Esquerda

Artigos do Autor(a)

17 de Outubro, 2021 - 14:20h

As pessoas bem sabem que o Bloco de Esquerda desde 2015 assume uma atitude de compromisso com o país e mostra-se sempre disponível para negociar medidas com o Governo no sentido de melhorar a qualidade de vida da população.

8 de Julho, 2021 - 10:59h

Samuel Luiz Muñiz, um jovem homossexual, foi brutalmente agredido até à morte, em Espanha. Fico pálido de medo só de pensar que aquele jovem gay podia ser eu, ou tu que lês este artigo; podia ser qualquer pessoa que quer viver a sua vida de forma livre.

1 de Fevereiro, 2021 - 11:16h

Vivemos tempos complexos para a nossa geração. Não nos conformamos com todas as injustiças com que nos deparamos. Temos muito para dizer, sobre os mais variados temas. Estamos insatisfeitos. Porém, e por vezes, pecamos por estarmos quietos, tal e qual como eles querem.

18 de Dezembro, 2020 - 11:54h

Concorde-se ou não com as forças militares do nosso país, não é aceitável que se obrigue todos os anos milhares e milhares de jovens a participar numa actividade que pode ou não ser do seu interesse, quando deve depender da vontade de cada pessoa participar ou não na mesma.

19 de Novembro, 2020 - 10:00h

Passou um ano, mas acredito que o Zé continua a ter 37 anos, ser do Porto, e a ser mais vivo que morto.

24 de Setembro, 2020 - 11:02h

O maior cargo deste país precisa de uma candidata que lute contra as alterações climáticas e salvaguarde sempre os valores de Abril.

6 de Agosto, 2020 - 08:59h

No fundo, Marcelo é a Rainha de Copas de “Alice no País das Maravilhas” que defende todos os trunfos poderosos em jogo sem os questionar, deixando de parte todo o restante baralho.

8 de Julho, 2020 - 16:22h

Não votarei Marcelo Rebelo Sousa. E não votarei por motivos morais, ideológicos e sociais.

21 de Abril, 2020 - 22:48h

Assistimos na Telescola a um pedido para as meninas usarem leggings e os meninos calças de fato de treino na aula de Educação Física. A luta pela igualdade de género exige, e bem, que cada pessoa se vista como bem entender e como melhor se sentir.

27 de Março, 2020 - 16:09h

Por este país fora, vemos grandes empresas a despedir trabalhadores de uma forma completamente desumana. É necessário que o Estado intervenha e garanta que os direitos desses trabalhadores sejam salvaguardados e que ninguém fique para trás.

Páginas