Está aqui

Álvaro Arranja

Professor e historiador.

Artigos do Autor(a)

16 de Junho, 2014 - 00:00h

Os portugueses já perceberam que a preferência de Passos Coelho vai para um Tribunal Constitucional dominado por clones de Miguel Relvas.

25 de Abril, 2014 - 00:57h

Hoje, 40 anos depois de Abril, voltamos a ouvir vozes que colocam em causa o regime democrático consagrado na Constituição de 1976.

13 de Março, 2014 - 10:51h

No Congresso de Tomar, realizado entre 14 e 17 de março de 1914, estiveram representados 103 sindicatos e 7 federações, com uma população de cerca de 90.000 sindicalizados. Artigo de Álvaro Arranja

4 de Dezembro, 2013 - 00:12h

A luta e a solidariedade entre professores é a única resposta perante este degradante cenário. Este é o momento em que a solidariedade entre os professores não pode falhar.

24 de Novembro, 2013 - 00:02h

A chantagem sobre o Tribunal Constitucional português é hoje uma preocupação fundamental de todos os defensores do modelo austeritário imposto pela oligarquia financeira que domina a Europa.

24 de Setembro, 2013 - 12:29h

O cheque ensino anunciado pelo governo é uma medida meramente ideológica e sem qualquer fundamentação científica, sociológica ou sequer económico-financeira que a justifique.

23 de Junho, 2013 - 17:26h

O Governo da Esquerda Democrática de José Domingues dos Santos - 1924/25 será o único a contar com o apoio popular, incluindo a anarco-sindicalista CGT, o Partido Socialista e o jovem Partido Comunista. Artigo de Álvaro Arranja, historiador.

13 de Junho, 2013 - 19:24h

Crato tinha uma estratégia definida. Anunciar as medidas mais gravosas bem perto do fim do ano letivo. Se os professores reagissem a sua única oportunidade era a greve às avaliações e exames e aí a opção é atirá-los contra pais e estudantes.

13 de Abril, 2013 - 00:05h

O Japão faz exatamente o contrário do que defendem Merkel e Schäuble e os seus representantes em Portugal, Passos Coelho e Vítor Gaspar. Estas notícias voltam a colocar a questão fundamental da urgente necessidade da alteração do papel do BCE.

22 de Janeiro, 2013 - 00:25h

Contra os cortes na educação, a degradação da qualidade de ensino, os professores irão manifestar a sua frontal oposição à política prosseguida pelo governo numa grande manifestação nacional, em Lisboa, no próximo dia 26 de janeiro.

Páginas