Está aqui

Convocar a História

Libertação de Goa, Damão e Diu

A anexação de Goa pela União Indiana foi um duro golpe para a lógica imperial do Estado Novo. Convidámos o historiador Pedro Aires Oliveira para uma conversa sobre o assunto com Fernando Rosas e Miguel Cardina.

1970/72: Luta Armada

Na fase final do regime, houve um período conhecido como luta armada, com ações bombistas da Ação Revolucionária Armada (ARA) e das Brigadas Revolucionárias. Fernando Rosas conversa com Ana Sofia Ferreira sobre este tema. 

As lutas pelo sindicalismo livre nas vésperas do 25 de Abril

Com a chegada ao poder de Marcelo Caetano assiste-se a uma aparente liberalização do corporativismo sindical. Foi sol de pouca dura, porque a partir de 1971 são destituídas e presas as direções dos principais sindicatos da época, numa demonstração clara da impossibilidade de liberalização do sistema corporativo do Estado Novo. Conversa com Daniel Cabrita conduzida por Fernando Rosas e Luís Farinha.

Rotura da “Ala Liberal”

Última tentativa de mudar o regime por dentro, o grupo de deputados que ficaria conhecido como "Ala Liberal" entrou para a Assembleia Nacional em 1969. Trazendo dinâmicas de conflito inauditas para a Assembleia Nacional, a sua oposição acabaria todavia por não se materializar em mudanças substanciais, frustrando as suas aspirações liberalizadoras. É sobre a experiência da Ala Liberal que nos fala hoje José Pacheco Pereira, numa conversa conduzida por Fernando Rosas e Rita Lucas Narra. 

A oposição Católica ao Estado Novo

Nesta conversa com Joana Lopes, conduzida por Fernando Rosas e Mariana Carneiro, falamos sobre a oposição dos católicos à ditadura, a importância do seu papel histórico, e a atividade intensa que foi desenvolvida no âmbito das múltiplas organizações e publicações que se interligavam e agiam em diversas plataformas: legais, semi-legais e clandestinas.

Abrilada 1961

Entendemos por "Abrilada 1961" o conjunto de acontecimentos ligados à tentativa frustrada de um golpe de Estado levado a cabo por alguns dos mais altos chefes militares. O objetivo desta intervenção seria a deposição de Salazar e a reorganização das Forças Armadas, tendo em vista uma mudança não apenas na política interna, mas também uma resposta às exigências internacionais em relação à questão colonial. Conversa com Aniceto Afonso, moderada por Fernando Rosas e Mariana Carneiro.

1961: O “annus horribilis” de Salazar

Camilo Mortágua esteve no assalto ao Santa Maria, um ato revolucionário que assinalou para o mundo o princípio do fim do regime e do Império Colonial. Conversa com Camilo Mortágua, conduzida por Fernando Rosas e Luís Farinha.

Livro: "O futuro já não é o que nunca foi"

Conversa com Francisco Louçã sobre o livro "O futuro já não é o que nunca foi", conduzida por Fernando Rosas e Luís Trindade. 

Abertura do Campo do Tarrafal

Num momento em que passam 85 anos da abertura do Campo de Concentração do Tarrafal, convidámos o investigador Víctor Barros para nos falar das diferentes vidas de um local que se tornou símbolo da repressão, mas também da resistência, à ditadura e ao colonialismo. Conversa com Víctor Barros conduzida por Fernando Rosas e Miguel Cardina. 

Movimento LGBTQI+ em Portugal, origem e evolução

A potência e as encruzilhadas do movimento LGBTQI+ em análise e debate. Como e por que surge o movimento? Que acolhimento teve/tem no nosso país? Como se articula, se se articula, com os outros movimentos sociais? O que são o pinkwashing e o pink money? A sigla do movimento representa fragmentação caleidoscópica ou inclusão exigente? Qual a agenda atual do movimento? Conversa com Ana Cristina Santos moderada por Fernando Rosas e Andrea Peniche.

Noite Sangrenta de 19/10/1921

Na noite de 19 para 20 de outubro de 1921, sob o comando de um grupo desmandado de marinheiros, soldados da GNR e revolucionários civis, uma “Camioneta Fantasma” percorreu a cidade de Lisboa e procedeu à “matança” de seis figuras gradas da República. Pelo horror social que provocou, abriu brechas por onde entraram os generais que puseram termo à República em 1926/27. Conversa com Alice Samara, conduzida por Fernando Rosas e Luís Farinha. 

Lisboa, Lugares de Memória Colonial

O debate sobre a articulação entre a memória colonial e o território é hoje um tema incontornável. Partindo do caso de Lisboa, conversámos com Beatriz Gomes Dias sobre a necessidade de descolonizar essas marcas e legados. Com Fernando Rosas e Miguel Cardina. 

A terra

A terra-solo, a terra-natureza, terra e tecnologia, a Política Agrícola Comum (PAC), o capital financeiro e os novos modelos de produção ou a luta pela terra são alguns dos temas abordados nesta conversa com Fernando Oliveira Baptista sobre a terra, conduzida por Fernando Rosas e Mariana Carneiro.   

O Sahara Ocidental, última colónia de África

O Sahara Ocidental, onde o povo saharaui continua a lutar pelo seu direito à autodeterminação e independência, é a última colónia de África, e está tão perto de nós, geograficamente falando. Mas continua longe do nosso pensamento, porque a nossa ignorância é imensa. Conversa com Luísa Teotónio Pereira, conduzida por Fernando Rosas e Rita Lucas Narra. 

Centenário Seara Nova

Mais do que a revista fundada em 1921, a Seara Nova foi uma corrente de pensamento, um movimento cultural e um espaço político. É sobre esta intervenção intelectual em tempos sombrios, as suas ambiguidades e contradições, que decorre a conversa com António Rafael Amaro, moderada por Fernando Rosas e Luís Trindade.