Está aqui

Miguel Cardina

Dirigente do Bloco de Esquerda. Doutorado em História e investigador do Centro de Estudos Sociais.

Artigos do Autor(a)

3 de Janeiro, 2016 - 22:48h

Os debates das presidenciais, agora iniciados, mostraram-nos a persistência de um certo fenómeno político nestas eleições: o populismo.

.

26 de Novembro, 2015 - 23:41h

Cavaco foi o líder da oposição durante estes dois meses e reafirmou ontem esse papel.

12 de Junho, 2015 - 00:00h

Comecemos pela boa notícia: este foi o último discurso de Aníbal Cavaco Silva num 10 de Junho. Cavaco foi um Presidente de fação, que conduziu o seu mandato no apoio ao essencial das políticas que a direita procurou meter em prática nestes anos.

14 de Maio, 2015 - 17:41h

A Europa será um espaço de respeito pela autodeterminação, pelos direitos humanos e pelo que se considera estar “à margem”, ou será outra coisa qualquer. E essa outra coisa qualquer – que é na verdade a “Europa real” que hoje nos governa - é uma herança que não iremos querer prolongar e reinventar.

21 de Março, 2015 - 11:57h

Maria Luís Albuquerque participou em Pombal numa iniciativa organizada pela JSD. Até aqui tudo normal. Como frequentemente acontece nestas ocasiões, com um público rendido à partida, a Ministra das Finanças esticou-se na linguagem.

29 de Outubro, 2014 - 23:46h

Foi notícia esta semana um relatório da UNICEF sobre o impacto da crise nas crianças portuguesas. Entre 2010 e 2013, o número de casais desempregados inscritos nos Centro de Emprego cresceu 688%. Em 2012, cerca de um quarto das crianças em Portugal vivia em situação de privação material...

18 de Abril, 2014 - 12:44h

O sorteio dos Audis é um retrato de Portugal em 2014. Ou melhor, do poder político dominante que hoje redesenha o país.

21 de Fevereiro, 2014 - 14:30h

Transformar o 25 de Abril numa espécie de 10 de Junho é uma forma de esquecer a revolução. Os 40 anos do 25 de Abril devem ser um pretexto para recordar a queda da ditadura mas também o profundo processo de transformação social que ocorreu de seguida.

1 de Janeiro, 2014 - 12:25h

Em 2014 teremos eleições – europeias, certamente; legislativas, provavelmente. O resgate sofrerá uma mutação mas, com o predomínio dos mesmos, teremos as mesmas políticas. E o ano será também marcado pelas comemorações dos 40 anos do 25 de Abril.

Páginas