O que é hoje a classe operária

12 de maio 2021 - 13:01
PARTILHAR

Para pensarmos o que é a classe que vive do trabalho é preciso atender às transformações na economia, nos regimes de acumulação capitalista e nos modos de regulação laboral. Globalização, nova divisão internacional do trabalho, precarização são algumas das transformações estruturais que têm vindo a transformar a estrutura ocupacional e a composição da classe operária e do conjunto da classe trabalhadora. De que maneira nos interpelam estas transformações? E como organizar o mundo do trabalho na era da precariedade? São estas algumas das questões que atravessaram este episódio do “Convocar a história”. Conversa com José Soeiro, conduzida por Fernando Rosas e Mariana Carneiro. 

José Soeiro é sociólogo e investigador integrado do Instituto de Sociologia da Universidade do Porto.  
É doutorado pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra na área do trabalho, precariedade e ação coletiva. É deputado na Assembleia da República, onde coordena a intervenção do Bloco na área do trabalho e da segurança social.  
É coautor, entre outros, dos livros “Cuidar de quem cuida. História e testemunhos de um trabalho invisível” (Objectiva, 2020, com Mafalda Araújo e Sofia Figueiredo); "The Routledge Companion to Theatre of the Oppressed" (Routledge, 2019, com Kelly Howe e Julian Boal) e "A Falácia do Empreendedorismo" (Bertrand, 2016, com Adriano Campos).

Para não perderes nenhum programa, subscreve o Convocar a História via iTunesSpotifyDeezer ou RSS


Outros podcasts no esquerda.net

Música portuguesa n'Os Cantos da Casa: subcreve via iTunes, Deezer ou RSS.

Noticiário canábico quinzenal no Quatro e Vinte: subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Leituras longas de contos e artigos no Alta Voz: subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Sons de sessões públicas e conferências no Mais Esquerda: Subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Termos relacionados: Convocar a História

Mais episódios

Convocar a História
Convocar a História

Ouve também

Sessão pública realizada a 16 de setembro de 2019 com a participação de Diana Andringa, Joana Lopes e Luísa d'Espiney. Moderação de Beatriz Gomes Dias.

A decisão histórica foi conhecida esta semana e é um dos temas deste noticiário canábico, a par da proposta do Bloco para legalizar a canábis como na Alemanha e Malta.