História do 1º de Maio

28 de abril 2021 - 15:56
PARTILHAR

Em Portugal, o 1º de Maio, cuja origem remonta aos acontecimentos de 1886, em Chicago, foi assinalado logo a partir de 1890, primeiro ano da sua realização internacional. Mesmo durante o Estado Novo, o povo enfrentou o regime e continuou a ocupar as ruas, de que são exemplo as grandes manifestações de 1962. Conversa com Maria Alice Samara, conduzida por Fernando Rosas e Mariana Carneiro.

Maria Alice Samara é Doutorada em história contemporânea, docente da escola superior de educação de Setúbal e investigadora do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Para não perderes nenhum programa, subscreve o Convocar a História via iTunesSpotifyDeezer ou RSS


Outros podcasts no esquerda.net

Música portuguesa n'Os Cantos da Casa: subcreve via iTunes, Deezer ou RSS.

Noticiário canábico quinzenal no Quatro e Vinte: subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Leituras longas de contos e artigos no Alta Voz: subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Sons de sessões públicas e conferências no Mais Esquerda: Subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

 

Termos relacionados: Convocar a História

Mais episódios

Convocar a História
Convocar a História

Ouve também

Sessão pública realizada a 16 de setembro de 2019 com a participação de Diana Andringa, Joana Lopes e Luísa d'Espiney. Moderação de Beatriz Gomes Dias.

A decisão histórica foi conhecida esta semana e é um dos temas deste noticiário canábico, a par da proposta do Bloco para legalizar a canábis como na Alemanha e Malta.