A banalidade do mal

09 de agosto 2020 - 10:57
PARTILHAR

Sem a cumplicidade de pessoas comuns que se limitaram a cumprir ordens ou a olhar para o lado, diz-nos Hannah Arendt, os episódios mais negros da história não teriam sido possíveis. 

Num tempo em que o debate sobre a «banalidade do mal» ganha renovada urgência, convidamos Viriato Soromenho Marques para uma conversa a partir de Eichmann em Jerusalém, obra em que Arendt desenvolve a questão.

Viriato Soromenho Marques é Professor Catedrático na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, leccionando Filosofia Política, Filosofia da Natureza e Ideias Europeias. É investigador em Ambiente, Assuntos Europeus e da Filosofia Política, destacando-se o seu trabalho nos fundamentos teóricos do federalismo. É também uma das vozes mais interessantes quando se pensa em alterações climáticas e ambiente, desenvolvendo há mais de trinta anos atividades no movimento associativo ambiental. 

Apresentador: Fernando Rosas; Convidado: Viriato Soromenho Marques; Moderadora: Rita Lucas Narra

Para não perderes nenhum programa, subscreve o Convocar a História via iTunesSpotifyDeezer ou RSS


Outros podcasts no esquerda.net

Música portuguesa n'Os Cantos da Casa: subcreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Notícias canábicas no Quatro e Vinte: subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Leituras longas de contos e artigos no Alta Voz: subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS.

Sons de sessões públicas e conferências no Mais Esquerda: Subscreve via iTunesSpotifyDeezer ou RSS

Termos relacionados: Convocar a História

Mais episódios

Convocar a História
Convocar a História

Ouve também

Sessão pública realizada a 16 de setembro de 2019 com a participação de Diana Andringa, Joana Lopes e Luísa d'Espiney. Moderação de Beatriz Gomes Dias.

O novo governo do único país asiático a legalizar o uso adulto da canábis quer voltar a proibi-lo e já enfrenta contestação nas ruas. Ouça esta e outras notícias neste podcast da atualidade canábica.