Meloni

Ursula von der Leyen, candidata à presidência da Comissão Europeia apoiada por PSD e CDS, abriu explicitamente a porta a acordos com Meloni num debate televisivo. André Ventura mostrou-se solidário com a AfD depois das declarações abonatórias do candidato do partido sobre os paramilitares nazis das SS. Horas depois, o grupo europeu a que pertence expulsou os alemães.

Uma nova lei permite o acesso de grupos “pró-vida” a mulheres que pretendem abortar. Um autor antifascista foi “desconvidado” de fazer um monólogo sobre o 25 de Abril na RAI, adensando as críticas à instrumentalização da televisão pública.

As direitas da primeira-ministra, de Salvini e do Força Itália perderam a primeira eleição regional desde que a sua coligação chegou ao poder. O centro-esquerda diz que “os ventos estão a mudar” na politica italiana.

Meloni acordou instalar na Albânia dois centros de detenção de migrantes resgatados do Mediterrâneo. Scholz negociou com os estados alemães o aumento das verbas que o Estado central paga por requerente de asilo, ao mesmo tempo que reduz as suas condições de permanência no território.