Está aqui

E viva o SNS

O SNS trata de todos e todas, não deixa ninguém à porta.

A pandemia do COVID 19 é assunto para levar a sério.

Estamos a lidar com um vírus desconhecido e ainda sabemos muito pouco sobre ele. Mas as suas consequências estão diante dos nossos olhos – doença, muitas mortes, sobretudo dos mais vulneráveis, comércio encerrado, viagens paradas, cidades desertas - não dá para ignorar.

Estamos todos e todas a contar com os profissionais de saúde para nos acudirem em caso de sermos contaminados, estamos todos e todas a contar com os serviços que o SNS nos oferece e não são coisa pouca.

Apesar dos ataques e das tentativas de o denegrir, de baixar a qualidade da prestação de cuidados, de transferir serviços para o privado, de desvalorizar os/as seus profissionais e de privatizar muitos serviços, o SNS é a garantia da defesa da saúde de cada um e de cada uma e da saúde pública, é a instituição mais bem preparada para responder às necessidades dos cidadãos e em particular para responder ao COVID 19.

A ultima alteração à Lei de Bases da Saúde, aprovada na última Legislatura, com os votos contra da direita, veio reforçar o serviço público de saúde e colocar um travão à sua privatização.

Todos os cidadãos e cidadãs ficaram mais protegidos, o SNS trata de todos e todas, não deixa ninguém à porta. Esta pandemia deixa bem clara a diferença que faz ter um serviço nacional de saúde público, que não cuida consoante o dinheiro que se tem para pagar os testes, os exames e os medicamentos necessários. E esta diferença pode ser a diferença entre a vida e a morte.

Associo-me a quem não se cansa de dizer que no comportamento individual e institucional, a prevenção e a prudência são a regra porque vale mais prevenir do que remediar. Protejam-se!

Crónica de Opinião publicada no Jornal Torrejano

Sobre o/a autor(a)

Operário Ferroviário
Termos relacionados #SomosTodosSNS, Covid-19
(...)