Está aqui

Os Curdos, um povo sem Estado

A batalha de Kobane, onde um punhado de curdos vem resistindo vitoriosamente à ofensiva do Estado Islâmico, chamou a atenção para a luta deste “povo das montanhas”. Neste dossier, coordenado por Luis Leiria, traçamos um curto perfil histórico da luta do povo curdo e apresentamos análises e reportagens sobre o que acontece hoje no norte da Síria.
Foto de Petar Milosevic

Começamos por um artigo de Perguntas e Respostas sobre os curdos, seguido de uma interessantíssima análise de Patrick Cockburn sobre A Batalha de Kobane: uma guerra civil sem fim. Rıdvan Turan discute: Estará o PYD a colaborar com o imperialismo? ao aceitar armas dos EUA, e Karlos Zurutuza mostra em reportagem como é a experiência do autogoverno democrático dos três cantões: A democracia é “radical” no norte de Síria. Finalmente, uma infografia mostra qual é a situação da guerra por Kobane.  

(...)

Resto dossier

Os Curdos, um povo sem Estado

A batalha de Kobane, onde um punhado de curdos vem resistindo vitoriosamente à ofensiva do Estado Islâmico, chamou a atenção para a luta deste “povo das montanhas”. Neste dossier, coordenado por Luis Leiria, traçamos um curto perfil histórico da luta do povo curdo e apresentamos análises e reportagens sobre o que acontece hoje no norte da Síria.

Manifestação em Istambul em solidariedade com os curdos da região de Rojava, Curdistão Sírio. Foto de Firat news

Perguntas e respostas sobre os curdos

Divididos por quatro países e uma enorme diáspora, os cerca de 30 milhões de curdos são mais numerosos do que a população de uma grande quantidade de estados do mundo. No entanto, sempre lhes foi negado o direito a ter o próprio Estado. Neste artigo, alguns dados sobre este “povo das montanhas”.

Combatente das YPG em Kobane. Foto de Firat news

A batalha por Kobane: Uma guerra civil sem fim

Ao atacar Kobane, a direção do Estado Islâmico queria provar que ainda podia derrotar os seus inimigos, apesar dos ataques aéreos dos EUA contra as suas forças. Mas a inevitável vitória do EI em Kobane não ocorreu. Por Patrick Cockburn, CounterPunch.

Não foi o apoio que a Alemanha deu a Lenine que determinou o caráter do processo mas a revolução que emergiu das forças criativas da luta de classes na Rússia.

Estará o PYD a colaborar com o imperialismo?

O artigo seguinte – “PYD emperyalizmle işbirliği mi yapıyor?” – foi escrito por Rıdvan Turan, secretário–geral do Partido Socialista Democrático da Turquia (SPD), e confronta alegações feitas à esquerda de que o PYD1 estaria “colaborando” com o imperialismo. Originalmente publicado no Özgür Gündem2, foi traduzido para inglês (a partir do que foi feita a presente tradução para português).

A recolha do lixo é uma das muitas funções desempenhadas pelo autogoverno democrático nos três cantões do norte da Síria. Foto de Karlos Zurutuza, IPS

A democracia é “radical” no norte de Síria

O sistema político em vigor nos três cantões de Rojava é um modelo que aposta no autogoverno sem desafiar a unidade territorial da Síria. Em Kobane, tal como em Afrin ou Yazira, está em jogo bem mais do que o mero controlo sobre um enclave fronteiriço. Por Karlos Zurutuza, IPS

Infografia: Guerra na fronteira turco-síria

O Estado Islâmico lançou um assalto brutal contra Kobane, terceira cidade curda da Síria. Qual a importância desta região, entre a Síria e a Turquia, para as forças em presença?