Está aqui

Mário Tomé

Coronel na reforma. Militar de Abril. Escreve com a grafia anterior ao acordo ortográfico de 1990

Artigos do Autor(a)

22 de Agosto, 2018 - 22:58h

O aumento da despesa com a NATO, que Trump exige e Mário Centeno não enjeita, deve ser confrontado com a alternativa de formar e reforçar uma estrutura de defesa civil a sério.

30 de Abril, 2018 - 15:14h

Um partido revolucionário tem que viver não só das ideias, das propostas, dos programas, muitas vezes falíveis, mas essencialmente da forma como lá se chega.

17 de Abril, 2018 - 23:08h

Em artigo publicado em 2008 na revista “A Comuna”, Mário Tomé salienta que em 1968 o “ambiente internacional era de crise do sistema” e afirma que “a revolução de Maio de 68 foi a primeira de âmbito global”.

6 de Abril, 2018 - 18:29h

Texto base da intervenção do Coronel Mário Tomé na Conferência “Recrutamento Militar: Dificuldades e Desafios”, promovida pela comissão de Defesa da Assembleia da República.

24 de Agosto, 2017 - 11:00h

Disse Maduro durante a campanha eleitoral em que foi eleito há três anos: “O passarinho cantou mais um pouquinho, deu uma volta e foi embora. E eu senti o espírito de Chávez".

26 de Julho, 2017 - 13:01h

De Pedrógão Grande a Tancos.

5 de Abril, 2017 - 23:33h

Resposta a artigo da edição especial de aniversário da Visão, sobre “as 24 horas alucinantes de Ramalho Eanes” no 25 de novembro. Publicado a 3 de abril na revista Visão.

4 de Julho, 2016 - 23:16h

Com um debate generalizado no contexto dum referendo, possivelmente não ouviríamos aquela senhora, nos idos de 1992 responder assim à pergunta do repórter da RTP, “para si, o que é Maastricht”?: “Mais triste é uma filha bater na mãe”.

14 de Junho, 2016 - 14:37h

O Presidente Marcelo falou do povo como protagonista e da venalidade das elites políticas.

2 de Abril, 2016 - 11:23h

A aprovação da Constituição da República Portuguesa, a 2 de Abril de 1976, ficou marcada por um crime inominável: o assassinato, à bomba, do Padre Max, como era conhecido o padre Maximino Barbosa de Sousa e da estudante Maria de Lurdes Correia.

Páginas