Está aqui

Preciso de uma recapitalização, já!

Quem precisa de recapitalizações são todos e todas que até hoje andaram a pagar, caro, pelos caprichos da banca financeira!

Mais um banco em problemas, mais uma vez o governo vai em seu socorro. Sobre averiguar responsabilidades criminais que levaram ao estado, a que se sabe hoje, que o BES chegou (e será que aí vem mais surpresas), nada dito também ainda.

Um banco cai, lá está o governo e a sua maioria por baixo, com uma boa rede para não deixar cair, ou tentar que apenas caia o mínimo. Não se viu nada assim quando os trabalhadores e trabalhadoras perderam salários/pensões e poder de compra. Não se vê nada assim quando é preciso investir em saúde e educação; ao invés fecham-se centros de saúde, hospitais e escolas.

Podem tentar dar todos os argumentos que conseguirem imaginar, mas toda esta situação denota apenas uma coisa: a escolha deliberada e ideológica de quem nos governa: o capital muito acima das populações.

Dizem-nos que desta vez é diferente do BPN: o fundo que vai injetar capital no BES é um fundo conjunto, entre as instituições do sistema bancário, o Estado e Banco de Portugal. Mas, (e segundo palavras da ministra das finanças em 07-08-2014) este fundo é muito recente, e portanto, vão-se a fazer as contas, e cerca de 90% do total que este fundo vai utilizar para recapitalizar o BES corresponde a dinheiro público, logo, a dinheiro dos contribuintes.

Não vale a pena continuar com o argumento de que o sistema bancário está a ser responsabilizado… porque não está, é um argumento falso. Continuam a ser os mesmos a pagar os erros de sempre! O capital defronta-se com um impasse, lá vai ao contribuinte buscar o necessário para se voltar a erguer.

O governo e a maioria PSD-CDS continuam a querer vender a ilusão que desta vez nada (mais) vai correr mal, que o contribuinte nada tem a temer nem a perder. Mas lá está, não passa de uma ilusão. E isto porque o contribuinte já perdeu muito do que poderia perder.

Quem precisa de recapitalizações é quem andou nos últimos anos a sofrer cortes e mais cortes, vendo diminuído o seu poder de compra e a sua dignidade face ao trabalho.

Quem precisa de recapitalizações são os centros de saúde e os hospitais para poder oferecer melhores serviços ao pacientes e melhores condições de trabalho aos médicos e enfermeiros.

Quem precisa de recapitalizações são todos e todas que até hoje andaram a pagar, caro, pelos caprichos da banca financeira!

Sobre o/a autor(a)

Dirigente do Bloco de Esquerda. Licenciada em Ciências Políticas e Relações Internacionais e mestranda em Ciências Políticas
(...)