Está aqui

Balão de ensaio

Numa obscura revista, lá vem, com a clareza avassaladora do empobrecer de Passos, o Secretário de Estado dos Transportes a explicar que somos um balão de ensaio para a Europa.

O Ministro Gaspar explica muito devagarinho, para que nós todos burros que somos o possamos acompanhar, que afinal ele que tudo sabe tem um défice maior do que tinha dito e a recessão para o ano que vem também é pior, mas pronto é assim mesmo, que ele diz a palavra dívida e ai do ignorante que se atreva a dizer alguma coisa a seguir, e o que precisamos de perceber todos depressa é que o desemprego é mesmo para crescer. Empobrecer, explicou uma vez Passos Coelho. O Ministro Álvaro gosta de pastéis de nata nuns dias, noutros de reformados do Norte da Europa, às vezes tem mesmo a certeza que é o surf que vai salvar o país e aquilo em que tem mesmo esperança é que emigremos todos e mandemos muitas divisas, daquelas que habitam os seus sonhos em que a ditadura dos anos 60 é o sucesso económico a seguir. O Ministro Relvas vai a Angola falar com o ministra angolana da comunicação social e na televisão dizem-nos como Angola é o presente e o futuro para tantos de nós sem uma palavra sobre a ditadura corrupta a sujar o ecrã.

O Ministro Mota Soares vai repetindo em ladainha “ética na austeridade” enquanto a segurança social despacha cartas a ameaçar precários, desempregados, pensionistas. Diz que só quer que a lei seja cumprida, um verdadeiro justiceiro apoiado numa lei que ninguém conhece e que ao que parece permite prender precários, cortar pensões a metade, pedir a devolução do abono de família. A quem reclamar lá terá de reconhecer contrariado que não pode cobrar, a quem pagar e calar agradecerá em silêncio o autointitulado protetor dos mais fracos. A Ministra Cristas passa das gravatas aos despejos e vai nomeando os boys para as Águas de Portugal.

O autarca do PSD que deve milhões às águas vai portanto administrar a dívida e a empresa, com a ajuda de outros competentes gestores do PSD e CDS, porque sabemos todos que é nestes partidos que estão os bons gestores e pensar o contrário é ser tonto ou ter má vontade. Pois se muitos até foram Ministros e Secretários de Estado, dizer que são boys é ofensa. Catroga é nomeado para a EDP porque conheceu chineses quando esteve em Macau, Cardona provavelmente porque tem luz em casa talvez mesmo tarifa bi-horária. Nogueira Leite foi para a Caixa Geral de Depósitos porque sim. É mérito, claro, e competência, porque nestas alturas a situação financeira em que o país se encontra não tem culpados e são todos patriotas devotos, abnegados pagos a peso de ouro.

Numa obscura revista, lá vem, com a clareza avassaladora do empobrecer de Passos, o Secretário de Estado dos Transportes a explicar que somos um balão de ensaio para a Europa. Balão de ensaio da precarização do trabalho, pois claro. É uma experiência, tudo uma grande experiência em que vale dizer tudo e tudo desdizer desde que a experiência prossiga. Baixar salários, precarizar, acabar com os serviços públicos, privatizar. No meio de toda a aparente confusão, é tudo afinal tão simples, tão leviano, tão criminoso. Que isto não é um jogo, porra. São as nossas vidas.

No sábado, dia 21, é dia de sairmos à rua juntos. Um de muitos. Que a contestação é a arma da responsabilidade.

Sobre o/a autor(a)

Coordenadora do Bloco de Esquerda. Deputada. Atriz.
(...)