Está aqui

Vídeos

ENTREVISTAS À TELEVISÃO DE LULA E DE HELOÍSA HELENA
Lula estava nervoso e cometeu duas gaffes: disse que "salário caiu" e que "combateu a ética" no seu governo'; Heloísa Helena estava muito à vontade e tentou evitar a imagem de radical. Vale a pena ver os vídeos das estrevistas ao Jornal Nacional da Rede Globo e depois ler o resumo/comentário feito pelo diário Folha de São Paulo. Veja abaixo.
 

Entrevista de Lula ao Jornal Nacional da Rede Globo parte 1 e 2 

Entrevista de Heloísa Helena ao Jornal Nacional da Rede Globo parte 1 e 2 

(...)

Resto dossier

Dossier Eleições no Brasil

O Brasil vai às urnas no domingo dia 1 de Outubro para eleger presidente, governadores de Estado, senadores e deputados.  Neste dossier, apresentamos documentos para melhor entender as disputas na esquerda brasileira e a situação do país.

Vídeos

Lula estava nervoso e cometeu duas gaffes: disse que "salário caiu" e que "combateu a ética" no seu governo'; Heloísa Helena estava muito à vontade e tentou evitar a imagem de radical. Vale a pena ver os vídeos das estrevistas ao Jornal Nacional da Rede Globo e depois ler o resumo/comentário feito pelo diário Folha de São Paulo. Veja abaixo.

Documentos

Oferecemos aqui aos leitores do Esquerda três programas de governo. O primeiro é o da candidatura de Lula. Os outros dois são documentos de trabalho da Frente de Esquerda: um elaborado pelo candidato a vice-presidente, César Benjamim, e o segundo uma proposta do PSTU. Leia-os todos em formato PDF.

Candidatura de Heloísa Helena

A candidatura de Heloísa Helena, numa Frente de Esquerda constituída pelo PSOL, o PSTU e o PCB, é a única alternativa de esquerda à candidatura de Lula. Até ao final desta semana, as sondagens davam à senadora um resultado de 9% dos votos.

A posição do Partido Comunista do Brasil

Para o Partido Comunista do Brasil, antiga dissidência maoísta do PCB e um dos membros da coligação do governo Lula, a crise política que se avolumou a partir do terceiro ano do governo expressou uma exacerbação da luta pelo poder: "de um lado, a pretendida revanche das forças conservadoras neoliberais que nunca aceitaram a vitória de Lula e preparam febrilmente sua volta ao centro do poder; de lado contrário, a luta do novo governo e dos seus aliados para ir até o fim e abrir novo rumo para o país". Esta orientação justifica a sua permanência na coligação de apoio a Lula e na luta pela sua reeleição

Entrevista ao historiador Valério Arcary

Nesta entrevista preparada para o seu próximo livro, No Olho do Furacão, o historiador Valério Arcary explica o fenómeno que levou ao apodrecimento moral do aparelho central do PT, envolvido e devorado por sucessivas crises de corrupção, ao mesmo tempo que Lula conseguia sobreviver à crise.

A ascensão da "Esquerda de Negócios"

César Benjamim saiu do PT em 1995. "Eu era da direcção quando uma máfia veio para dentro dela. Procurei Lula. Ele me disse para eu não me meter nisso. Compreendi que começava um novo jogo. Pedi meu boné", diria, mais tarde, numa entrevista." Editor, economista, militante político, era uma dos dirigentes da Consulta Popular, uma organização política intimamente ligada ao Movimento dos Sem Terra.