Está aqui

Luis Sepùlveda

Escritor chileno. Reside atualmente em Gijón, Astúrias, Espanha.

Artigos do Autor(a)

3 de Junho, 2014 - 15:47h

Com a sua abdicação, Juan Carlos não presta um serviço a Espanha. Oferece à casta política um tempo precioso para responder à voz cidadã que, numa percentagem importante da população, disse basta de não nos consultarem, queremos um referendo para dizer soberanamente se continuamos como monarquia ou fundamos a terceira República.

26 de Junho, 2012 - 21:44h

Ao mesmo tempo que Espanha aceitava um resgate dos seus bancos de 100 mil milhões de euros, reduzia em 63% os fundos destinados a preservar a atividade mineira até 31 de Dezembro de 2018. Isto quer dizer fechar as minas, matar a atividade, uma cultura do trabalho, e condenar as cidades e aldeias das bacias mineiras ao êxodo dos seus habitantes. Nunca uma greve mineira foi tão justa e necessária.