Está aqui

Immanuel Wallerstein

Sociólogo e professor universitário norte-americano.

Wallerstein interessou-se pela política internacional quando ainda era adolescente, acompanhando a actuação do movimento anticolonialista na India. Obteve os graus de B.A. (1951), M.A. (1954) e Ph.D. (1959) na Universidade de Columbia, Nova Iorque, onde ensinou até 1971.
Tornou-se depois professor de Sociologia na Universidade McGill, Montreal, até 1976, e na Universidade de Binghamton, Nova York, de 1976 a 1999. Foi também professor visitante em várias universidades do mundo.
Foi esporadicamente director de estudos associado na École de Hautes Études en Sciences Sociales, Paris, e presidente da Associação Internacional de Sociologia entre 1994 e 1998. Desde 2000, é investigador sénior na Universidade de Yale.
Recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Coimbra em 2006 e pela Universidade de Brasília em 2009.

Artigos do Autor(a)

26 de Março, 2011 - 00:00h

Os ventos da mudança são hoje verdadeiramente mundiais. Por enquanto, o epicentro é o Mundo Árabe, e os ventos ainda sopram ferozes por lá. A geopolítica desta região nunca mais será a mesma.

18 de Março, 2011 - 00:00h

Vários estados latino-americanos de esquerda, e nomeadamente a Venezuela, são extravagantes no seu apoio ao coronel Khadafi.

13 de Março, 2011 - 11:37h

Há uma divergência não-resolvida entre os que querem outro mundo.

26 de Fevereiro, 2011 - 00:00h

Os grande perdedores da segunda  Revolta Árabe são claramente os Estados Unidos.

7 de Fevereiro, 2011 - 00:00h

A verdadeira questão é autonomia versus secessão das chamadas minorias. Uma é melhor que a outra? Não há uma resposta geral a essa pergunta.

20 de Janeiro, 2011 - 00:00h

Não é muito útil "querer acreditar" numa perspectiva que parece remota.

17 de Janeiro, 2011 - 00:00h

“Propomos a criação de uma comunidade económica harmoniosa que vá de Lisboa a Vladivostok”, disse.

9 de Janeiro, 2011 - 00:35h

O que o FMI quer é um sistema mais estável, no qual os seus interesses de mercado prevaleçam.

21 de Dezembro, 2010 - 00:44h

Não poderia haver uma comprovação mais clara da tese de Carville: "É a economia, estúpido".

22 de Novembro, 2010 - 11:45h

O estatuto do dólar como moeda de reserva do sistema-mundo é a última grande vantagem que os Estados Unidos têm hoje.

Páginas