Está aqui

Marxismo em Portugal: uma evocação de Azedo Gneco

Em junho fez 110 anos que morreu aquele que foi o mais destacado porta-voz da corrente marxista no movimento operário português de finais do século XIX e início do século XX. A sua memória é-nos trazida num texto de Luís Carvalho lido por Belandina Vaz.

Termos relacionados Alta Voz