Está aqui

Itália – Eleições Legislativas 2018

M5S, um novo partido “apanha-todos” e a esquerda à procura de credibilidade

Março 12, 2018

A fuga do eleitorado de centro-esquerda para o Movimento 5 Estrelas e a hegemonia da direita xenófoba no centro-direita são a herança deixada por Renzi e Napolitano. Artigo de Salvatore Cannavò.

Os partidos anti-sistema, o Movimento 5 Estrelas e a Liga, tiveram mais de 50% dos votos, e não será possível formar um governo sem pelo menos um deles.

Eleições em Itália: deputadas do GUE reagem

Março 9, 2018

Eurodeputadas italianas reagem aos resultados das eleições de 4 de março, de acordo com as quais não será possível formar um governo sem a participação do Movimento 5 estrelas ou da Liga.

Impasse em Itália: Nenhuma formação política obtém maioria suficiente para governar

Março 5, 2018

O Movimento 5 Estrelas é a maior força política no Parlamento, com 32,7% dos votos. A Liga Norte, aliada de Le Pen, obteve 17,4%. No total, a coligação de centro-direita reuniu 37%. O Partido Democrático, com 18,7%, obteve o seu pior resultado. A lista Livres e Iguais somou 3,4% e a plataforma Poder ao Povo 1,1%.

Salvatore Palidda, Professor de Sociologia na Universidade de Génova, Itália.


Eleições em Itália: a direita a toda a força

Março 3, 2018

“A campanha para as eleições parlamentares de 4 de março de 2018 começou em Itália com um cenário muito diferente do que se poderia ter imaginado em 2016, quando Renzi parecia ter-se tornado no novo homem forte do país.” Por Salvatore Pallida.

As eleições legislativas italianas do próximo dia 4 de março irão decorrer num clima de tensão política como há muito não se via - Foto dinamopress.it

Itália: Eleições sob um “céu de chumbo”

Março 1, 2018

As eleições legislativas italianas do próximo dia 4 de março irão decorrer num clima de tensão política como há muito não se via. Por Jorge Martins

Em Itália marchou-se contra o fascismo e o racismo

Em Itália marchou-se contra o fascismo e o racismo

Fevereiro 25, 2018

Só em Roma, a manifestação antifascista deste sábado, marcada pela ANP (Associazione Nazionale Partigiano, nascida da resistência durante a II Guerra Mundial) e apoiada por sindicatos, reuniu cem mil pessoas e dirigentes políticos na Praça do Povo.

Refugiados e migrantes à espera de desembarcar após chegada a Reggio Calabria, Itália, em junho de 2017.

A nova tempestade racista de Itália

Fevereiro 22, 2018

Um ataque terrorista fascista veio destacar a crescente ameaça da extrema direita em Itália no período que conduz às eleições de 4 de março. Artigo de Richard Brodie, publicado na revista Jacobin.

 
Viola Carofalo é porta-voz do Potere al Popolo. Haverá eleições em Itália no próximo dia 4 de março.

Itália: "Potere al popolo": uma nova esperança para a esquerda anticapitalista

Fevereiro 19, 2018

“Potere al Popolo não é mais do que a tradução literal da palavra democracia”, afirma Viola Carofalo, porta-voz do Potere al Popolo, em entrevista realizada por Stéfanie Prezioso, para SolidaritéS (Suíça).

Macerata foi capital do antifascismo italiano

Fevereiro 11, 2018

Milhares de pessoas manifestaram-se este sábado em Macerata, no centro de Itália, em protesto contra o racismo e o fascismo. A iniciativa foi convocada após um militante de extrema-direita ter disparado sobre imigrantes no início do mês.

Poder ao Povo e a crise da esquerda italiana

Janeiro 23, 2018

Inspiram-se no Labour de Corbyn, na France Insoumisse de Jean-Luc Mélenchon e nos espanhóis do Podemos, reivindicam a luta de classes e o sindicalismo de base. Nasceram num centro social de Nápoles e vão às eleições de março com a lista Potere al Popolo. Reportagem de Annalisa Camilli, do Internazionale.

Poder ao Povo – a esquerda italiana (de novo) em movimento

Dezembro 21, 2017

No passado dia 17 de dezembro foi apresentada em Roma a plataforma Potere al Popolo, que agrega sectores da esquerda social e política que não se revêem nas duas vias da social democracia em presença.