Está aqui

Comércio local ou grande superfície: quem vale mais?

Na 3.ª feira, dia 23 de Junho a Câmara Municipal de Torres Novas discute e decide fazer uma isenção de taxas a um promotor de uma grande superfície – neste caso o InterMarché. A isenção tem o valor de 93.863,34 (!!) (50% do total).

Sobre os efeitos da pandemia a nível social e económico não será preciso falar mais. É dado como adquirido o seu impacto muito negativo e, se há algo em que se tem que insistir, é sobre o que é preciso fazer, que estratégias definir, que apoios dar, como complementar as acções que são tomadas a nível nacional e local. E é bom que não deixemos estes aspectos para um dia que ainda vai chegar, pois, poderá ser tarde demais.

Tenho seguido as inúmeras notícias sobre iniciativas das autarquias de apoio aos seus/suas munícipes, de apoio ao comércio local. Há muitíssimos e bons exemplos por este país fora

Tenho seguido as inúmeras notícias sobre iniciativas das autarquias de apoio aos seus/suas munícipes, de apoio ao comércio local, tentando minorar as situações, tentando atrair pessoas, inovando, buscando alternativas. Há muitíssimos e bons exemplos por este país fora, de vários partidos.

Passado o impacto inicial em que as medidas foram, e bem, sobretudo sanitárias, tomaram-se medidas naquilo que era óbvio – isenção de taxas e rendas na sua área de competência – praticamente todos os municípios o fizeram, congregando apoio unânime.

Isto aconteceu no sábado dia 20 de Junho. Na 3.ª feira, dia 23 de Junho a Câmara Municipal de Torres Novas discute e decide fazer uma isenção de taxas a um promotor de uma grande superfície – neste caso o InterMarché que se vai instalar na Várzea de Mesiões.

Continuamos à espera das ideias e propostas do PS de Torres Novas e, por favor, não venham dizer que não há dinheiro. Assumam que uma grande superfície vale muito mais que o comércio local

A isenção tem o valor de 93.863,34 (!!) (50% do total). No sábado não há disponibilidade para equacionar apoios ao pequeno comércio, na 3.ª feira não se hesita em dar esta benesse à grande distribuição. E não se diga que este promotor, que vai mudar a sua localização por sua iniciativa, não teve apoios. Para concretizar a sua obra a Câmara Municipal fez uma suspensão parcial do PDM, pois no local não eram permitidas construções. Trata-se de um apoio e significativo apoio.

Continuamos à espera das ideias e propostas do PS de Torres Novas e, por favor, não venham dizer que não há dinheiro. Assumam que uma grande superfície vale muito mais que o comércio local.

Artigo publicado em mediotejo.net a 24 de junho de 2020

Sobre o/a autor(a)

Dirigente do Bloco de Esquerda. Vereadora da Câmara de Torres Novas. Animadora social.
(...)