Está aqui

Vasco Dias

Estudante

Artigos do Autor(a)

30 de Maio, 2010 - 13:07h

O que supostamente deveria ser uma situação gerida pela PSP de forma banal num caso de mero “barulho excessivo às tantas da noite”, foi tratada com a mais pura violência, impossibilitando às vitimas de se exprimirem através dos seus direitos enquanto cidadãos.