Está aqui

8,6 mil milhões de euros fugiram de Portugal para paraísos fiscais em 2016

Estatística da Autoridade Tributária revela que, no ano passado, cerca de 8,6 mil milhões de euros foram transferidos para offshores, através de 58,8 mil transferências.
As transferências para offshores foram feitas principalmente por empresas

Segundo os dados divulgados esta segunda-feira na página na Internet do Fisco, o montante comunicado pelos bancos das transferências para paraísos fiscais em 2016 foi de cerca de 8,6 mil milhões de euros. Em 2015 foram transferidos 8,8 mil milhões de euros.

Em 2016, foram feitas quase 58,8 mil transferências para estes paraísos fiscais, mais quase 39,5 mil do que no ano anterior, sendo que apenas 5.700 sujeitos passivos deram ordem para estas operações.

As transferências para offshores foram feitas principalmente por empresas (num total de 3.520 empresas), responsáveis por enviar quase 8,4 mil milhões de euros para paraísos fiscais.

Desde maio que a Autoridade Tributária tem de publicar anualmente as estatísticas sobre as transferências para offshores, com base no 'modelo 38', declaração que os bancos têm de entregar ao Fisco e que dá conta da "informação das transferências e envio de fundos que tenham como destinatário uma entidade localizada em país, território ou região com regime de tributação privilegiada mais favorável".

Termos relacionados Sociedade

Adicionar novo comentário