Está aqui

Vigilantes da Fénix continuam sem receber

Sindicato continua a denunciar salários em atraso no sectorA empresa de segurança privada Fénix não cumpriu o compromisso com o sindicato e os trabalhadores vão manifestar-se em Lisboa e Porto.
 

 

Os trabalhadores da empresa Fénix continuam com salários em atraso e subsídio de natal por receber. As três reuniões entre o Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas, e Actividades Diversas (STAD) terminaram com a promessa da administração de resolver os problemas laborais existentes.

Mas a empresa falhou todas as promessas feitas aos trabalhadores e os salários continuam em atraso desde Novembro. A Fénix não pagou subsídio de Natal e ainda tem em atraso o pagamento de subsídio de férias a alguns trabalhadores desde Maio. A isto soma-se o atraso de mais de um ano no pagamento de horas e serviços extraordinários.

O sindicato deixou um alerta em comunicado acerca da irresponsabilidade da empresa: "Os trabalhadores da Fénix e o STAD, até este momento, têm tido uma postura correcta e digna em relação à empresa, ao contrário da empresa, que não respeita os seus trabalhadores que, em muitos casos, estão a passar por situações dramáticas, os compromissos que assume livremente e o Diálogo Social!"

Face ao não cumprimento dos compromissos por parte da Fénix, o STAD requereu uma reunião urgente ao Ministério do Trabalho e convocou duas manifestações junto às sedes da empresa em Lisboa (no dia 26 de Janeiro) e no Porto (no dia 4 de Fevereiro).
 

Termos relacionados Sociedade