Está aqui

Breves

Incêndio na central nuclear de Almaraz

Os dois reatores da Central Nuclear de Almaraz, em Cáceres, perto da fronteira com Portugal, tiveram de parar por causa de um incêndio num transformador situado no exterior da Unidade. Um trabalhador sofreu ferimentos leves, segundo confirmou o porta-voz da Central.O incidente ocorreu às 13:21 (hora local) num parque elétrico de 400 quilovolts, propriedade da Rede Elétrica de Espanha, que se encontra nos terrenos da instalação nuclear, mas no exterior do recinto da Unidade. O acidente levou à paragem imediata dos reatores por falta de fornecimento de energia elétrica.

O trabalhador que ficou ferido apresentava queimaduras ligeiras no coro cabeludo, para além de problemas num tornozelo e na clavícula. De acordo com o Conselho de Segurança Nuclear, a vítima “não esteve exposta” a qualquer radiação.

Xanana Gusmão demite-se do CNRT.

Xanana Gusmão demite-se do CNRT

4 de Agosto 2017

Xanana Gusmão demitiu-se esta sexta-feira da presidência do CNRT (Congresso Nacional para a Reconstrução de Timor-Leste). O partido fundado pelo líder histórico timorense ficou em segundo lugar e assumiu as responsabilidades pela derrota nas legislativas, do passado mês de julho. Xanana entende que o partido não deve entrar numa coligação de Governo e deve ser oposição no Parlamento Nacional de Timor, onde conquistou 22 dos 65 assentos.

Celuloses atacam medidas de redução do eucalipto

Celuloses atacam medidas de redução do eucalipto

25 de Julho 2017

A recente aprovação, no parlamento, do novo Regime Jurídico das Ações de Arborização e Rearborização, que põe fim à liberalização do eucalipto aprovada sob o Governo anterior, preocupa muito a indústria papeleira, que já só espera a sua “reversibilidade num futuro próximo”.

As restrições à plantação de eucalipto inquietam a Associação da Indústria Papeleira - Celpa, que considera os diplomas provados “o maior atentado alguma vez realizado à floresta na história da democracia em Portugal”.

No comunicado, divulgado esta terça-feira, a Celpa rejeita que outros critérios possam nortear a legislação da floresta, para além do económico: “a reforma, tal como aprovada no Parlamento, terá um impacto profundamente negativo em toda a fileira florestal”, afirmam, alegando por exemplo, que esta “proíbe a única espécie florestal rentável num prazo de 10-20 anos” e que “é impossível obrigar ao investimento privado em quaisquer outras espécies que não tenham aproveitamento económico”.

A Celpa defende ainda, no comunicado, que os incêndios “em nada dependem das características das espécies florestais, do eucalipto ou de outras”, e que “quando a pressa e os interesses político-partidários dominam e suplantam o conhecimento técnico e científico e ignoram a opinião das entidades mais relevantes, conhecedoras e competentes na área florestal (…), defraudam-se justas expectativas, prejudicam-se milhares de proprietários e empregos e desencorajam-se investimentos futuros”.

“O erro histórico cometido contra a floresta é de tal forma grave que apenas podemos acreditar na inevitabilidade da sua reversibilidade num futuro próximo”, acrescenta.

Greve de 24h na limpeza do Hospital de Santa Maria

17 de Julho 2017

As trabalhadoras da empresa de limpeza Safira em serviço no Hospital de Santa Maria cumprem esta segunda-feira um dia de greve convocada pelo STAD por aumentos salariais e pelo cumprimento do Contrato Coletivo de Trabalho. Com uma concentração junto à entrada do hospital, as trabalhadoras exigiram aumentos salariais de acordo com a categoria profissional, aumentos no valor do subsídio de alimentação, o pagamento dos feriados e respetivo descanso compensatório e a atualização e pagamento do valor do subsídio de transporte.

INEM desmente ter registado agressões na esquadra como “queda acidental”

17 de Julho 2017

Nos relatórios da assistência aos jovens agredidos na esquadra de Alfragide em 2015, apenas os bombeiros chamados ao local terão registado como “queda acidental” a origem dos ferimentos. A notícia publicada este domingo no Diário de Notícias indicava que os registos do INEM também teriam indicado aquela causa, o que foi posteriormente desmentido pelo Instituto Nacional de Emergência Médica. Os registos a que a RTP teve acesso indicam que num dos casos é apontada uma “vítima de agressão com socos e pontapés” e noutro é registado que foi baleado com uma bala de borracha na perna esquerda. A direção do DN emitiu uma nota a esclarecer que na primeira resposta oficial do INEM, quando confrontado com a notícia, “nenhum dos factos com que o DN confrontou o Instituto é desmentido”.

Valorsul: administração vai publicar Acordo de Empresa

14 de Julho 2017

A administração da Valorsul aceitou uma das principais reivindicações dos trabalhadores que estiveram em greve durante dois dias no mês de junho. Esta segunda-feira, a administração da empresa aceitou “publicar o Acordo de Empresa de forma consolidada”, anunciou o sindicato SITE-CSRA aos trabalhadores da empresa, afirmando que “tal só foi possível com a luta e determinação dos trabalhadores”. “Agora fica a faltar o cumprimento integral do Acordo de Empresa”, conclui a nota sindical.

Américo Amorim.

Morreu Américo Amorim

13 de Julho 2017

O homem mais rico de Portugal faleceu esta quinta-feira aos 82 anos. Leia aqui o artigo “Os grandes negócios de Amorim”, que conta a história desta fortuna, do setor da cortiça para os grandes negócios surgidos com as privatizações e os fundos europeus.

“Cessar-fogo”, palavra de ordem escrita em pancartas em manifestação em Caracas, 26 de maio de 2017 – Foto de Cristian Hernandez/Epa/Lusa

Venezuela: um dos candidatos à Assembleia Constituinte foi assassinado

11 de Julho 2017

José Luís Rivas Aranguren, candidato à Assembleia Constituinte convocada pelo Presidente Nicolás Maduro na Venezuela, foi assassinado esta segunda-feira a tiro na cidade de Maracay, Estado de Arágua, 100 quilómetros a leste de Caracas, noticia a agência Lusa.

O assassínio ocorreu num comício político organizado no estádio desportivo 23 de Enero, com um membro do público a disparar quando José Luís Rivas se preparava para falar. O suspeito fugiu de seguida e, segundo o Ministério Público venezuelano, não foi ainda detido. 

Desde 1 de maio, quando Maduro convocou a eleição de uma Assembleia Constituinte, que pelo menos 93 pessoas morreram por ação das forças policiais leais ao governo.

Três secretários de Estado demitem-se do Governo

9 de Julho 2017

O primeiro-ministro aceitou os pedidos de exoneração feitos este domingo pelos secretários de Estado da Internacionalização, dos Assuntos Fiscais e da Indústria. Os pedidos surgem após Jorge Costa Oliveira, Fernando Rocha Andrade e João Vasconcelos terem solicitado ao Ministério Público a sua constituição como arguidos no inquérito relativo às viagens para assistir a jogos do Euro 2016, a convite da Galp.

Numa nota enviada à TSF, o primeiro-ministro refere que "ponderando a vontade manifestada pelos senhores Secretários de Estado, a avaliação que fazem das condições para o exercício das funções e de modo a não prejudicar o seu legítimo direito de defesa, decidi aceitar o pedido de exoneração, apesar de não ter sido deduzida pelo Ministério Público qualquer acusação".

Estacionar em locais reservados a pessoas com deficiência tem multa e tira pontos

7 de Julho 2017

Entra em vigor este sábado a lei que considera contraordenação grave a paragem e o estacionamento em lugar reservado a veículos de pessoas com deficiência. A proposta feita pelo Bloco de Esquerda tinha sido aprovada por unanimidade em maio. Para além da multa que pode ir dos 60 aos 300 euros, este tipo de estacionamento indevido também é punido com uma sanção acessória de retirada de 2 a 3 pontos na carta de condução.

Paridade: proposta do Bloco é aprovada. Foto Manuel de Almeida.

Paridade no CES: proposta do Bloco é aprovada

7 de Julho 2017

A proposta do Bloco de Esquerda que impõe paridade na representação no Conselho Económico e Social foi aprovada em sede de comissão parlamentar. "A designação deve ter em conta a relevância dos interesses representados e sempre que a organização se faça representar por mais que uma pessoa deve ser observado o critério da paridade entre homens e mulheres, não podendo a mesma organização exercer a representação em mais de uma categoria", lê-se na proposta de alteração para aumentar os participantes no CES, além do Governo, das organizações sindicais e das organizações empresariais com assento na Concertação Social.

O Bloco de Esquerda e o Partido Socialista votaram a favor. PCP e CDS contra. PSD absteve-se. Os deputados dos diversos partidos vão continuar a discussão do processo de alteração à lei 108/91, após iniciativas de várias bancadas para alargar a Concertação Social a elementos representativos de reformados, pensionistas, Conselho Nacional da Juventude, Conselho das Comunidades Portuguesas, Instituições Particulares de Solidariedade Social, entre outros das áreas da ciência, cultura ou desporto. A votação deverá ser confirmada na votação final em plenário de dia 19 Julho.

Páginas