Está aqui

Joana Mortágua

Deputada e dirigente do Bloco de Esquerda, licenciada em relações internacionais.

Artigos do Autor(a)

20 de Outubro, 2017 - 16:52h

Nenhuma Constituição tem o poder de cristalizar a história a despeito das aspirações democráticas dos povos.

18 de Outubro, 2017 - 22:00h

Depois da tragédia vem o luto e só depois a ação, têm repetido. É preciso que a espera se estanque em mudanças profundas e corajosas. Alterações de estrutura de comando, de governo e de ministérios.

9 de Setembro, 2017 - 10:20h

Ao não compreender que o primeiro destinatário da descentralização de competências na Educação são as Escolas, o Governo desilude as promessas de valorização da Escola Pública.

30 de Agosto, 2017 - 11:07h

A Autoeuropa é a única grande empresa em Portugal que faz referendos para aprovar acordos, coisa nunca permitida por patrões nem por sindicatos em mais lado nenhum.

25 de Agosto, 2017 - 12:31h

Não faltam títulos sugestivos para a recente e acentuada queda de popularidade de Emmanuel Macron, o jupiteriano presidente francês.

19 de Agosto, 2017 - 12:22h

A Lei que permite o acesso das secretas a metadados de comunicações e internet trata todos os cidadãos como suspeitos. Ao contrário do que disse o Presidente da República, é inconstitucional e não reúne “consenso jurídico”.

11 de Agosto, 2017 - 21:59h

A lei diz ao imigrante que vá ao SEF pedir um favorzinho que acaba por ser decidido ao critério do inspetor ou do diretor para quem for despachado o processo.

6 de Agosto, 2017 - 01:45h

Longe de contribuírem para qualquer melhoria no sucesso educativo, os rankings têm como única função estigmatizar as últimas escolas e criar uma corrida às primeiras.

22 de Julho, 2017 - 11:00h

Numa sentença cheia de referências políticas, hesitações e defensivas, faltaram as provas. Não é um pormenor quando se condena alguém a nove anos e meio de prisão.

14 de Julho, 2017 - 10:03h

A esquerda de que faço parte nunca foi ambígua sobre a condenação de regimes que oprimem o povo e sufocam a democracia. Isso vale para Angola e para o regime venezuelano. Artigo de Joana Mortágua

Páginas