Está aqui

Francisco Louçã

Professor universitário. Ativista do Bloco de Esquerda.

Artigos do Autor(a)

20 de Maio, 2017 - 16:34h

Um dos curiosos e preocupantes argumentos dos que exigiram um voto incondicional em Macron e que nele anteciparam o sinal de uma Europa ressuscitada foi o apelo moralista.

17 de Maio, 2017 - 10:43h

22-novas estações de Metro-22. O mapinha que Assunção Cristas exibiu no debate parlamentar com o primeiro-ministro é um dos factos mais significativos da semana [passada] e por várias razões que, todas, enfraquecem a ideia e talvez até a condenem ao pior dos destinos, ser ridicularizada.

14 de Maio, 2017 - 16:30h

A França está pior depois desta eleição, em que se desagregaram os partidos tradicionais e não sabemos o que vem depois.

6 de Maio, 2017 - 15:02h

Porque é que Macron, mesmo na segunda volta, fez uma campanha contra a esquerda, de cujos votos precisa?

2 de Maio, 2017 - 15:41h

Pergunto-me portanto quem se vai comover hoje com este apelo a votar no “escroque” e durante quanto tempo alguém pensará que a promoção do “escroquismo” é estratégia vencedora.

28 de Abril, 2017 - 18:09h

Um suspiro de alívio atravessou as chancelarias no domingo à noite e houve governos europeus que, mesmo antes de o Presidente francês o fazer, se precipitaram para apelar ao voto em Macron.

25 de Abril, 2017 - 14:25h

Na imprensa e na política, esta direita tem o que merece.

20 de Abril, 2017 - 23:07h

Foi a emergência de um candidato à esquerda que mudou a paisagem eleitoral francesa, dado que Mélenchon respondeu ao colapso do centro e da direita tradicionais.

18 de Abril, 2017 - 14:43h

Um velho ditado dos gangsters de Chicago ensina que “se não os consegues vencer, junta-te a eles”. A única novidade destes dias de panegírico trumpista é que demasiados governantes, comentadores e espirituosos estão a seguir à letra essa sapiência gangsteril.

12 de Abril, 2017 - 21:33h

Para quem sabe tão pouco sobre o que se passou de facto em Torremolinos, esta vaga de sentenças apressadas pode ser arrogância demais.

Páginas