Está aqui

Vigilantes manifestam-se contra salários em atraso

Empresas de segurança privada continuam a atropelar os direitos dos trabalhadoresOs trabalhadores das empresas de vigilância Bonne-Segur e Fénix manifestam-se esta quarta-feira contra os salários em atraso. O sindicato marcou igualmente uma concentração para dia 28 em protesto contra o despedimento de um delegado sindical na Esegur.

 

"Nenhum trabalhador sabe, na Fénix, quando vai receber o seu salário, apesar de ter trabalhado correctamente durante todo o mês", diz o comunicado do Sindicato dos Trabalhadores dos Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas, e Actividades Diversas (STAD). Os trabalhadores desta empresa manifestam-se na sede em Lisboa entre as 9h30 e as 12h30 e na filial em Vila Nova de Gaia no dia 29, entre as 14h e as 17h30.

O STAD afirma que já fez queixa à Autoridade para as Condições do Trabalho e ao Ministério da Administração Interna, reclamando uma "acção exemplar contra a Fénix" porque a empresa "não cumpre com as suas obrigações legais e não respeita os direitos dos trabalhadores, em especial o pagamento dos salários no último dia útil de cada mês".

Uma situação semelhante tem lugar na Bonne-Segur, uma empresa que continua a não pagar o salário a tempo e horas e tem remunerações e subsídios de férias em atraso. "A Direcção Nacional do STAD já utilizou quase todos os meios legais ao seu dispor para que a situação actual vivida pelos trabalhadores da Bonne – Ségur seja resolvida de raiz e o mais rapidamente possível. Mas, infelizmente, nada se alterou até à data de hoje, isto é, os trabalhadores continuam com os seus salários por receber!", diz o comunicado do STAD. A concentração dos trabalhadores da Bonne-Segur está marcada para esta quarta-feira, entre as 14h e as 18h em frente à sede da empresa em Lisboa.

Entretanto, o despedimento de um delegado sindical na ESEGUR levou o sindicato a convocar novo protesto em frente à sede da empresa, "contra a intimidação e a repressão selectiva", para o dia 28 de Outubro, a partir das 14h.

 

Termos relacionados Sociedade