Está aqui

Irlanda: Ajuda aos bancos faz disparar défice público para 32% do PIB

O ministro irlandês das finanças anunciou que o défice público do país poderá chegar a 32% do PIB, devido às ajudas ao sistema bancário do país, que está em risco de colapso.

"Haverá um salto muito importante no défice público em 2010 devido ao apoio que fazemos ao sistema bancário, que totaliza cerca de 20 por cento do PIB", anunciou o ministro das Finanças da Irlanda, Brian Lenihan, em comunicado divulgado nesta quinta feira.

O caso mais grave é o do Anglo Irish Bank, que está em risco de falência e precisa de um plano de resgate que poderá custar 50 mil milhões de euros. Numa entrevista ao Financial Times, Brian Lenihan, afirmou: “Por causa da sua dimensão relativa nas contas nacionais… nenhum país poderia admitir a falência de uma instituição dessas”.

Além do Anglo Irish Bank, também o Allied Irish Bank precisará de financiamento e o ministro das Finanças da Irlanda anunciou que o seu director geral, Colm Doherty, sairá da instituição antes do fim do ano.

A ajuda aos bancos irlandeses, que foram fortemente atingidos pela crise do subprime e pelos activos tóxicos, provocará também a subida da dívida pública da Irlanda para 99% do seu PIB no final de 2010.

Termos relacionados Internacional

Comentários

É o que dá os bancos se meterem em activos tóxicos e subprimes... Agora pelo erro de um banco, de um ou mais gestores, muito bem pagos, paga todo um país e todo um povo. Ganhar dinheiro com investimento em coisas fictícias não vai a lado nenhum. É realmente o maior roubo da história. E o mundo a ver.

Adicionar novo comentário