Está aqui

França: sindicatos convocam duas novas jornadas

Intersindical, que reúne as várias centrais francesas, não desiste de lutar contra o aumento da idade da reforma e convoca manifestações para 2 de Outubro, e greves e manifestações para 12.
Manifestante em Lille. Foto da Photothèque du mouvement social

Em França, a luta contra o aumento da idade da reforma continua: fortalecidos pela jornada de greves e manifestações de quinta-feira, as centrais sindicais francesas, reunidas na Intersindical, decidiram convocar duas novas jornadas de luta. Assim, no dia 2 de Outubro, um sábado, haverá manifestações nas principais cidades, e no dia 12, uma terça, será a vez de uma “jornada massiva de greve e manifestações”.

Com esta convocatória, os sindicalistas reafirmaram a sua “total determinação” de dobrar o governo diante da mobilização. Recorde-se que na quinta-feira saíram à rua em toda a França 3 milhões de pessoas. Os sindicatos recordam, assim, que têm um grande apoio da população, e que “a desmobilização [que previa o governo] não ocorreu”.

O governo, por enquanto, recusa voltar atrás. Mas, apesar de ter tentado manipular os números das últimas manifestações, reconheceu a importância da mobilização sindical.

“Ontem, muitos dos nossos concidadãos escolheram ir manifestar-se”, declarou o primeiro-ministro, François Fillon. “A voz deles deve ser respeitada, como aliás a de todos os outros franceses que apoiam a nossa reforma. É preciso responder calmamente à rua... mas governar a França é também às vezes dizer 'não'”.

Os sindicalistas chamaram ainda a atenção para a jornada europeia de 29 de Setembro, quando “milhares de assalariados franceses terão ocasião de levar as suas reivindicações, nomeadamente sobre a idade da reforma, em Bruxelas e por toda a França.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional

Adicionar novo comentário