Está aqui

Catalunha: ERC a subir nas últimas sondagens

A uma semana das eleições catalãs, mantém-se a previsão de um parlamento dividido. A sondagem indica que há cada vez mais indecisos.

A lei espanhola impede a publicação de sondagens a partir deste fim de semana e o último estudo do GESOP para o El Periódico diz que a incerteza continua a marcar a atitude do eleitorado, com mais indecisos (27%), sobretudo no eleitorado dos partidos que não querem a independência.

A grande dúvida quanto à composição do parlamento passa por saber se se manterá a maioria absoluta dos partidos independentistas - ERC, JxCat e CUP -, mas as sondagens não são definitivas sobre essa questão, apontando para um parlamento dividido ao meio.

Em relação à sondagem da semana anterior, a ERC ganha vantagem (22.2%) e recupera as intenções de voto perdidas nas últimas semanas. Segue-se os Ciudadanos (21.2%), que também sobem na última semana. O terceiro lugar nas eleições é disputado pela lista de Puigdemont (JxCat, que cai para 17.9%) e PSC (16.9%). A Catalunya en Comú sobe para 8.9%, o PP mantém 5.6% e a CUP cai para os 5.5%, arriscando-se a ser o partido independentista mais penalizado nas urnas.

A campanha eleitoral na Catalunha decorre com o líder do partido favorito a vencer as eleições na prisão. Oriol Junqueras está impedido de fazer campanha, e a cara da ERC tem sido Marta Rovira. Também o líder da terceira lista nesta sondagem, Carles Puigdemont, continua na Bélgica, agora liberto das medidas de coação impostas pela justiça.

Esta quinta-feira, o tribunal belga decidiu arquivar o caso de Puigdemont e dos restantes membros do governo destituído que procuraram o asilo naquele país. O Supremo Tribunal espanhol tinha mandado retirar no dia 5 de dezembro o mandado de captura europeu que pendia sobre os ex-governantes, o que levou agora a justiça belga a encerrar o caso.

Adicionar novo comentário